Todos os artigos de Advogado do Diabo

Entrevista a D.Afonso.III, membro da tribo vencedora do Mundo 16

D.Afonso.III

Consegue contar-nos como é que nasceu a SMF?

Não consigo, pois eu não assisti ao nascimento do projeto, eu sou oriundo da DAF e a certa altura nos fundimos, mas já numa fase adiantada, embora sempre tivéssemos relacionamento diplomático.

Qual a sua opinião sobre a liderança da tribo?

A liderança da tribo foi fundamental, todos eles, eu incluído, tiveram o seu papel e a sua importância, mencionar um deles seria uma injustiça, pois cada um à sua maneira e consoante a sua disponibilidade foram importantes, tanto os que chegaram ao fim como os que ficaram pelo caminho.

Qual foi o seu percurso como jogador até chegar ao Mundo 16?

Joguei no Mundo 1, sem qualquer sucesso, depois com algum sucesso nos mundos 5, 8 e 10 até ao 16.

Com o fecho do mundo, muitos jogadores seguem as suas vidas. Vai sentir saudades de algum desses jogadores?

Sem dúvida, pois conseguimos algumas amizades para o futuro, foi mais que um jogo em muitos aspetos.

Alguma vez sentiu que a tribo SMF não chegaria ao fim do mundo?

Houve debates internos fortes, mas nunca colocaram o projeto em causa, principalmente devido à convicção do seu fundador, Carlos Serra.

Na sua opinião, houve alguma tribo à altura da SMF? Se sim, Qual?

A partir da fusão da DAF com a SMF, e contando com a -SMF-, o mundo ficou controlado quase em absoluto, com maior ou menor dificuldade em algumas fronteiras, mas a nossa vitória estava delineada.

Quais são os seus interesses e hobbies? Acha que o Tribos influenciou a sua vida? Se sim, como?

Os meus hobbies são essencialmente jogos online, o Tribos não alterou a minha vida embora, em certas alturas exigisse muita dedicação, mas como eu tinha tempo disponível não havia problema.

De certo que ganhar um mundo deixa recordações, quem é que leva consigo na memória?

Levo vários jogadores, principalmente os que sempre me acompanharam desde o início do jogo.

Com a sua experiência neste jogo já teve momentos de glória e momentos em que falhou. Indique um momento de que se orgulha e um momento que tenha aprendido com os erros.

O momento de glória foi, sem dúvida, a vitória neste mundo, aprendido com os erros foi essencialmente no Mundo 8.

Qual é a sensação de chegar ao fim de um mundo e vencê-lo?

No meu caso foi de alívio, pois o mundo havia muito que estava ganho e o interesse resumia-se à posição pessoal na tabela geral.

Gostava novamente de entrar em mais algum mundo com todos estes jogadores, os quais o acompanharam no percurso rumo à vitória?

Alguns deles sim, outros não, pois no grupo, como em todos os grupos, existem membros com quem se tem mais empatia e outros nem por isso, até mesmo pelo posicionamento geográfico em que nunca interagimos.

Para terminar, o que tem para dizer à nossa comunidade?

Levar isto como um simples jogo, nada mais que um jogo e nunca utilizar a regra do vale tudo, pois o jogo, tal como a vida, tem regras e são para cumprir. Orgulho-me de ter feito todo o Mundo 16 sem um único ban.
Aproveito a oportunidade para informar que o D.Afonso.III morreu para o Tribos, exatamente por haver pessoal que não consegue perceber que isto é um simples jogo e onde os insultos e a vida pessoal não devem ser misturados.
Vou continuar por cá, mas com outro nick que se mantém no segredo dos deuses. Boa sorte a todos, principalmente à SMF no Mundo 32!!!

Entrevista a mourao, líder e fundador da tribo vencedora do Mundo 1

 Nome: Hugo Mourão
Idade: 27
Localização: Lisboa

Como conheceu o Tribos?

Conheci o Tribos através de um colega de escola que começou a jogar no Mundo 1 e que me convidou para jogar com ele.

O Mundo 1 foi o primeiro mundo português, foi também o seu primeiro mundo de Tribos? Ou já tinha jogado noutro servidor/mundo antes de entrar no Mundo 1?

O Mundo 1 foi sem dúvida a minha primeira experiência no Tribos, dantes jogava outro similar.

O que mais gosta e acha cativante no jogo?

Bem, o mais cativante para mim neste jogo é o facto de não ter que me preocupar com a alimentação das tropas, assim pode-se fazer tropas à vontade e rumar “à guerra” o quanto antes.

Pode descrever-nos de forma resumida como foi o seu percurso no jogo? Onde surgiram as suas primeiras amizades, com quem aprendeu a jogar?

O meu percurso de jogo foi um quanto divertido com imensas horas agarrado ao computador, tal como todos. Comecei numa tribo de colegas de escola e foi aí que comecei os meus primeiros coordenados, já rodeados por tribos mais fortes que nós e de jogadores com imensos pontos. Essa tribo acabou, formei outra mais uns colegas da antiga tribo, sempre em recrutamento de jogadores de tribos mais pequenas, e, posteriormente, com fusões fomos aumentando o poder e expansão da nossa tribo até começarmos a ser reconhecidos por essas tribos mais fortes. Não tínhamos tantos elementos como os nosso inimigos, mas os nossos jogadores eram sem dúvida grandes jogadores.
Em relação às amizades, em todas as fusões que fiz com outras tribos fui sempre conhecendo jogadores com quem ainda jogo e falo, não digo diariamente, mas, de vez em quando, lá trocamos umas palavras.

É um dos líderes e fundadores da tribo que venceu este Mundo 1, pode-nos dizer detalhadamente como tudo começou?

Bem, posso dizer que tudo surgiu assim meio do nada. Eu e outro líder da tribo estávamos numa conversa e surgiu uma ideia de tentarmos unir as 3 tribos, digamos, principais, numa fusão para terminarmos o mundo (Hosp, U-TX, U-CTA), uma vez que éramos todos aliados.
A 3.ª tribo não gostou da ideia e então ficamos só as 2 primeiras: Hosp e U-TX.

Qual considera ser o aspeto mais importante que devemos ter em conta ao liderar uma tribo com o objetivo de vencermos um mundo?

O aspeto mais importante é, sem dúvida, criar uma ligação com os jogadores certos e com o tempo acaba-se sempre por saber quem são e também criar um pouco de “medo” nos que só estão na tribo para proveito próprio. Pois isto é um jogo de equipa e todos os elementos são importantes.

Este foi o mundo mais longo até agora no servidor PT, certamente deve guardar alguns jogadores com mais amizade. Acha que essas amizades serão duradoiras?

Sim, sem dúvida que são amizades para durar, tanto que neste momento iniciei no Mundo 28 e a maior parte deles estão lá a jogar também. Depois sempre temos as redes sociais.

Qual o momento que recorda com mais facilidade e que lhe vem primeiro à cabeça ao pensar na história deste mundo?

O momento que mais recordo foi sem dúvida o único jogador que me atacou sozinho e quase me fez perder aldeias, penso que foi a única situação em que me vi aflito durante o mundo todo.

Qual foi a guerra que mais dificuldades apresentou à sua tribo? Como conseguiram superá-la?

A minha primeira guerra tribal, onde a tribo LGE (se não estou em erro) controlava alguns K’s e nós com menos jogadores conseguimos sempre aguentar os ataques e aos poucos irmos ganhando as batalhas até a tribo deles ser dissolvida. Tudo graças aos grandes jogadores da minha tribo.

Sente que o Tribos influenciou a sua vida de alguma forma?

Sim, posso dizer que influenciou, de certa parte e após tantos anos a jogar penso que me fez ver o que realmente importa para a vida. De nada serve chatear, ficar triste, irritar-se com as pessoas por causa do jogo, levar sempre tudo na desportiva e respeitar as pessoas com opiniões diferentes. Sem trabalho nada se consegue e não se pode ficar à espera que as coisas caiam do céu sem esforço e dedicação. Lutar por aquilo em que se acredita.

Está pronto para entrar num novo mundo com o mesmo objetivo, vencer o Mundo? Ou acha que o seu tempo no Tribos terminou?

Sim, estou tão pronto que já estou a jogar como disse numa pergunta em cima no Mundo 28. É impossível ficar muito tempo sem jogar. Só consegui ficar 13 dias sem jogar. hehe

Gostaria de deixar alguma mensagem especial aos leitores ou aos seus camaradas de armas?

Aos meus camaradas um grande obrigado por partilharem comigo a caminhada até à vitória do Mundo 1, aos que nos deixaram pelo caminho, pois a vida pessoal não permitiu que continuassem a jogar, mas que claro que contribuíram para esta vitória. Aos leitores, quem joga Tribos que continue e os que não joguem que comecem, vale a pena pela camaradagem, amizades, alegrias e tristezas.

Vencedores do mundo 14

Após sensivelmente 4 anos de batalhas e conflitos, o mundo 14 encerra finalmente. Apenas uma tribo poderia ser vencedora e assim, a Vikings of Death (VoD) com um total de 17.709.182 pontos e 100.206 aldeias!

Parabéns aos vencedores do mundo 14!


Tribo vencedora:
Vikings of Death
1.º classificado: Bruno.grilo (VoD)
2.º classificado: Ruikp (VoD)
3.º classificado: SEUTRANK (VoD)

Vikings of Death dominou o mundo onde os seus adversários pouca resposta tiveram.


O top 15 foi partilhado com imensa competitividade renhida entre as duas primeiras tribos na classificação.

Bruno.grilo foi o jogador com a pontuação mais alta no final do turno terminando o mundo com 41.987.259 pontos, conquistando 3.471 aldeias, com uma média de 12.097 pontos por aldeia.

De seguida estão os jogadores Ruikp e SEUTRANK que ocupam o 2.º e o 3.º lugar, respetivamente. Ruikp terminou com 39.983.823 pontos, conquistando 3.288 aldeias e o SEUTRANK terminou com 38.483.479 pontos, conquistando 3.169 aldeias.

No ranking de oponentes derrotados das tribos, a VoD lidera a tabela de oponentes derrotados como atacante com 5.802,85 Mil. e de seguida a A.F. com 280,37 Mil.
A tabela de oponentes derrotados como defensor pertence igualmente à tribo VoD, com 2.870,61 Mil. e de seguida a tribo A.F., com 781,27 Mil.
Na sua totalidade a tabela de oponentes derrotados (total) é liderada por completo pela tribo VoD com 8.673,46 Mil.

Já nos rankings de oponentes derrotados pelos jogadores a tabela de oponentes derrotados como atacante é liderada pelo Ruikp (2.º classificado) com 469,65 Mil. Já a tabela de oponentes derrotados como defensor, é liderada pelo RZ34 (30.º classificado) com 936,48 Mil.
O jogador RZ34 dominou a tabela final com uns impressionantes 1.071,73 Mil. derrotados.

Configurações do mundo 14

Início: 09 de novembro de 2009
Fim: 10 de agosto de 2013

A equipa do Tribos dá os parabéns aos jogadores da tribo VoD e ao jogador Bruno.grilo pela vitória e a todos os participantes deste Mundo.

Vencedores do Mundo 1

E eis que um mundo histórico e pioneiro, o primeiro do seu género, chega ao seu final.

Após uns longos e cansativos 5 anos, repletos de batalhas sem fim, o mundo 1 encerra finalmente. Neste final, apenas uma tribo poderia ser vencedora e assim uma tribo se destacou, a UNOS (.:U:.) com um estrondoso total de 2.335.123.705 pontos e 206.864 aldeias!

Parabéns aos vencedores do mundo 1!


Tribo vencedora:
UNUS
1.º classificado: RedDevil (UNUS)
2.º classificado: tpanago (UNIÃO)
3.º classificado: albboteta (UNUS)

A UNUS dominou completamente o mundo onde os seus adversários sucumbiram enfrentando os gumes afiados das espadas de cavaleiros sem medo.


O top 15 foi partilhado com imensa competitividade e a classificação renhida entre as duas primeiras tribos, UNUS e UNIÃO.

RedDevil foi o jogador com a pontuação mais alta no final do turno terminando o mundo com 60.419.925 pontos, conquistando 4.940 aldeias, com uma média de 12.231 pontos por aldeia.

De seguida estão os jogadores tpanago e albboteta que ocupam o 2.º e o 3.º lugar, respetivamente. tpanago terminou com 57.879.576 pontos, conquistando 4.684 aldeias e o albboteta terminou com 57.704.998 pontos, conquistando 4.677 aldeias.

No ranking de oponentes derrotados das tribos, a UNUS lidera facilmente a tabela de oponentes derrotados como atacante com 8.836,43 Mil. e de seguida a UNIÃO com 5.086,34 Mil.
A tabela de oponentes derrotados como defensor pertence igualmente à tribo UNUS, com 3.558,43 Mil. e de seguida a tribo W*N*L, com 1.781,47 Mil..
Na sua totalidade a tabela de oponentes derrotados (total) é liderada por completo pela tribo UNUS com uns magníficos 12.394,86 Mil.

Já nos rankings de oponentes derrotados pelos jogadores a tabela de oponentes derrotados como atacante é liderada pelo marhu1 (11.º classificado) com 484,80 Mil. Já a tabela de oponentes derrotados como defensor, é liderada pelo scpgrosso (154.º classificado) com 675,38 Mil.
O jogador scpgrosso dominou a tabela final com uns 703,06 Mil. derrotados.

Configurações do mundo 1

Início: 12 de fevereiro de 2008
Fim: 10 de agosto de 2013

A equipa do Tribos dá os parabéns aos jogadores da tribo UNUS, ao jogador RedDevil pela vitória e a todos os participantes deste mundo mítico.

Clássico 8

Parabéns aos vencedores do Clássico 8!

Tribo vencedora: STAFF!
1.º lugar: Kinslayer (STAFF!)
2.º lugar: roliveira (STAFF!)
3.º lugar: roger1000 (STAFF!)

Relativamente às marcas alcanças pelos conquistadores e campeões em pontos, deixamo-vos as classificações dos TOP 20.

TOP 20 Jogadores

TOP 20 Tribos

Configurações Clássico 8

Início: 4 de abril de 2013
Duração: 4 meses

Descrição:

  • Velocidade: 5x
  • Velocidade de unidades: 5x => “Jogo*Relativa (1x)”
  • Moral: ativada (baseada em pontos e tempo)
  • Bónus nocturno: ativado (das 0 horas às 8 horas)
  • Premium: opções avançadas (gestor, reduções, entre outras funcionalidades premium).
  • Proteção de novatos: 3 dias
  • Proteção de rácio: 1/0 em 60 dias
  • Paladino: desativado
  • Arqueiros: desativados
  • Igreja: desativada
  • Ferreiro: simplificada
  • Saques: ativados sem limitações
  • Nobres: moedas de ouro
    • Custo: 14000 15000  12500 
    • Distancia: máxima de 1000 campos
  • Tribos:
    • Membros: até 10 membros
    • Os ataques a membros da tribo: são visitas
    • Apoios a membros fora da tribo: são permitidos
  • Modo de substituição: ativado

Prémios:

  • Membros da tribo vencedora: 100 pontos Premium
  • 1.º lugar: 800 pontos Premium
  • 2.º lugar:  600 pontos Premium
  • 3.º lugar:  400 pontos Premium