Arquivo da categoria: The-West – Crónicas

Meios de transporte úteis (ou incomuns) no velho Texas

Sabias que já houveram camelos selvagens que habitaram as planícies do Texas?

Esta foi sem dúvida uma das ideias mais extravagantes da história americana, a Camel Corps USA foi fundada em 1856, em Camp Verde no Texas.transferir-1

Tendo em conta que o sudoeste árido com vastas planícies secas, no Velho   Oeste, era muito parecida com os   desertos do Egito, o Exército americano importou 66 camelos do Médio Oriente .

Estes camelos cuspiam, eram inquietos e desafiavam qualquer ordem. A experiência do uso de camelos por esta altura foi considerada um sucesso.

Quando a Guerra Civil eclodiu, a exploração da fronteira foi reduzida. Depois da guerra, a maioria dos camelos foram vendidos, na sua maioria ao circo “Ringling Brothers “ e outros escaparam para a vida selvagem.

O último avistamento relatado de um no Texas foi em 1941. Presumivelmente, há descendentes remanescentes de membros do Camel Corps que permanecem vivos ainda hoje.

Assim sendo, pode-se considerar que o camelo foi um animal de excelente qualidade no Velho Oeste, apesar de raro a sua qualidade é incontestável.

Coincidência ou não, o Camelo é também um animal raro no próprio jogo, sendo possível adquirir apenas a partir do conjunto de colecionador, sendo assim tão raro e tão útil quer em jogo, quer na realidade do Velho Oeste.screenshot_13

 

 

 

 

Peacemaker (colt.45) – A arma mais usada no Velho Oeste

A arma mais frequentemente usada no Velho Oeste (1850-1890) era a Colt .45, que mais tarde veio a ganhar um apelido irónico de Peacemaker, ou Pacificador, em português.

Screenshot_5
Colt do Billy no jogo

O nome Peacemaker surgiu nomeadamente por não haver um Xerife sempre presente para ajudar a população em geral e visto que este foi um periodo com muitos confrontos e as saltos, os donos das quintas precisavam de uma arma para se defender à altura dos agressores, então praticamente toda gente por esta altura possuia uma Colt 45, por ser extremamente fácil de usar e barata e tinha também uma excelente eficácia.

Screenshot_3
Colt 45. (Peacemaker) original do Billy the Kid

Este revolver em particular, foi também muito usado por uma figura lendária do Velho Oeste, Billy the Kid, que supõe-se ter adquirido a mesma após ter trabalhado para um agricultor inglês chamado John Tunstall, que foi mais tarde assassinado e por quem Billy the Kid jurou vingança.

Agencia Pinkerton

list-pinkerton-private-eye

A Agência Nacional de Detetives Pinkerton foi uma agência de investigação e segurança particular fundada nos Estados Unidos da América em 1850 por Allan Pinkerton, detetive que ficou famoso ao desmontar uma conspiração para o assassinato do presidente Abraham Lincoln.

Allan-Pinkerton-thumb

A maior parte dos contratos da Pinkerton giravam em torno de evitar que grevistas ocupassem as fábricas em que trabalhavam. O incidente mais famoso da agência nessa área de atuação foi o da greve de Homestead de 1892, quando centenas de agentes da Pinkerton forçaram violentamente o fim de uma greve, matando nove pessoas. Também participou em muitas acções famosas nas greves das indústrias metalúrgicas e de carvão nas regiões leste e central dos EUA, e nas greves das ferrovias no sul e no meio-oeste.

homesteadstrike

O logotipo da agência era um olho circundado pela frase We never sleep  e inspirou o termo private eye, sinónimo de detetive particular.

Na década de 1870, a agência foi contratada para investigar sindicalistas que trabalhavam em minas da companhia Philadelphia and Reading. Enviaram o agente James McParland para se infiltrar numa sociedade secreta dos trabalhadores, a Molly Maguires. Usando o pseudônimo James McKenna, o agente conseguiu adentrar e desmantelar a sociedade. A notícia do facto inspirou o conto O Vale do Medo, escrito pelo romancista Sir Arthur Conan Doyle.

Agentes da Pinkerton também foram contratados para perseguir foras-da-lei famosos do Oeste americano, tais como Jesse James, Reno Brothers e o Wild Bunch.

Atualmente o nome Pinkerton é uma marca registrada da Companhia Securitas AB, que possui uma subsidiária chamada Pinkerton Consulting & Investigations Inc.

O Detetive Allan Pinkerton praticamente implementou a Atividade de Inteligência de Estado no setor privado no início do capitalismo industrial.

WE NEVER SLEEP,

John Hardey

Daniel Boone

“ Breve crónica resumida, sobre uma das grandes lendas do Oeste Americano do Sec. XIX ”

Daniel Boone

8-DanielBoone1

Daniel Boone nasceu em outubro de de 1734. Foi um dos primeiros e mais populares heróis dos Estados Unidos. Foi um verdadeiro explorador e caçador que explorou muitas das florestas ocupadas índios.

Boone foi principalmente famoso pela sua exploração e guia para melhor localização de novos povoados de colonos, no atual estado de Kentucky que era uma das fronteiras ocidentais das 13 povoações de colonos. Foi Boone que abriu caminho através das margens do rio Cumberland até ao Kentucky, apesar da resistência dos índios, os quais tinham o Kentucky como o seu solo de caça tradicional. Boone fundou a povoação de Boonesborough, uma das primeiras colónias de língua Inglesa na região das Montanhas Apalaches. Antes do final do século XVIII, mais de 200 000 colonos entraram no Kentucky, seguindo o percurso marcado por Daniel Boone, ao qual chamavam o Wilderness Trail.

Boone foi um oficial militar durante a Guerra Revolucionária Americana (1775-1783), e lutou em Kentucky principalmente entre colonos britânicos e índios americanos aliados. Boone foi capturado por índios Shawnees em 1778 e depois convidado para fazer parte da tribo, mas escapou e continuou a ajudar a defender as colónias do Kentucky. Durante a guerra, foi eleito para o primeiro dos seus três mandatos na Assembleia Geral da Virgínia, onde lutou na batalha de Blue Licks, em 1782, uma das últimas batalhas da Revolução Americana. Boone trabalhou como comerciante e como inspetor após a guerra, mas ficou profundamente desgostoso, passando muitas vezes a atuar como especulador de tudo o que se ia passando nas terras do seu querido Kentucky. Frustrado e com problemas jurídicos resultantes de sua reivindicação de terras, em 1799 Boone reinstalou-se no Missouri, onde passou os seus últimos anos de vida.

Boone continua a ser um ícone na história americana, embora lembrado com muitas imprecisões históricas. Foi uma lenda em vida, especialmente depois de uma de suas aventuras ter sido publicada em 1784 em forma de história, tornando-o famoso na América do Norte e na Europa. Após a sua morte, foi muitas vezes objeto de histórias e até filmes. As suas aventuras reais e lendárias fizeram dele, o arquétipo do herói do oeste americano. Na cultura popular americana, ele é lembrado como um dos primeiros desbravadores de fronteiras, apesar de muitas vezes a história omitir os verdadeiros detalhes de sua vida.

Faleceu a 26 de setembro de 1820.

8-DanielBoone2

Ensinamento que tiro desta história de vida:

“Mais um grande herói do velho oeste, mas que a pópria História não realça devidamente, pois foi um verdadeiro explorador, pacificador e portanto um verdadeiro colono.“

Fim

Reescrito por,

MC

Annie Oakley

“ Breve crónica resumida, sobre uma das grandes lendas do Oeste Americano do Sec. XIX ”

7-AnnieOakley

Annie Oakley

Annie Oakley nasceu como Phoebe Ann (Annie) Mosey a 13 de Agosto de 1860, numa cabana a menos de 2 milhas a noroeste de Woodland, agora Willowdell, em Darke County, Ohio, na fronteira ocidental rural do município de Ohio.

Annie foi o sexto filho, de Jacob e de Susan de um total de nove filhos, e o quinto dos sete sobreviventes. O pai de Annie, lutou na Guerra de 1812 e ficou inválido devido a superexposição a uma tempestade de neve no final de 1865 e morreu de pneumonia no início de 1866 com 66 anos de idade.

Sua mãe casou-se então com Daniel Brumbaugh, do qual teve mais uma filha, Emily (1868-1937), mas ficou viúva uma segunda vez.

Por causa da pobreza, e na sequência da morte de pai, Annie não frequentou regularmente a escola em criança. Mas aos 9 anos, Annie foi admitida no Darke County Infirmary, juntamente com a irmã mais velha Sarah Ellen. Aí foi colocada sob os cuidados do superintendente da enfermaria, Samuel Crawford Edington, e sua esposa Nancy, que lhe ensinou a costurar e a bordar. Na primavera de 1870, foi “obrigada a sair” como ama de uma família local para ajudar a cuidar de um filho recém-nascido, na falsa promessa de ganhar cinquenta centavos por semana e direito a uma educação. O casal queria era, alguém que pudesse trabalhar, tal como bombear água, cozinhar, e muito mais. Passou cerca de dois anos em quase escravatura, e onde sofreu abusos físicos e psicológicos. Tinha, muitas vezes que fazer o trabalho dos rapazes. Uma vez como castigo puseram-na na rua ao frio, sem sapatos, como castigo por ter adormecido de cansaço. Annie refere-se a esta familia como “Os Lobos”. Mas na primavera de 1872, fugiu, regressando para junto da sua mãe. Estava então com 15 anos. A mãe de Annie tinha casado pela terceira vez, com Joseph Shaw.

Annie, que tinha começado a aprender a disparar e a caçar por volta dos 7 anos, para apoiar os seus irmãos e a mãe viúva. Vendia caça aos moradores locais em Greenville, a vários lojistas e a Charles G. Anthony Katzenberger, que enviava essa caça para os hotéis em Cincinnati e outras cidades, bem como, a restaurantes e hotéis no norte de Ohio. A sua habilidade valeu para pagar a hipoteca da quinta de sua mãe.

Annie logo se tornou conhecida em toda a região, como uma exímia caçadora.

No Dia de Acção de Graças de 1875, em Cincinnati, aparece um atirador e ex-treinador de cães – Frank E. Butler (1847-1926)- um imigrante irlandês, fazendo um desafio de concurso de tiro com uma aposta de US $ 100 (hoje no valor de $ 2.155) ao proprietário do hotel Cincinnati – Jack Frost- em como ele poderia vencer qualquer atirador local. O hoteleiro arranjou um torneio entre Butler e Annie, então com 15 anos de idade. Quando Butler soube com quem iria competir disse então: “O último adversário que esperava ter era uma menina de cinco pés de altura e com 15 anos de idade.” Já durante o torneio, depois de falhar o 25º tiro, (tratava-se de matar pássaros) Butler perde o jogo e a aposta.

Depois disso começou a cortejar Annie, e acabaram por casar em 23 de Agosto de 1876, mas não tiveram filhos.

Annie e Frank Butler vivem em Cincinnati durante algum tempo. Juntam-se ao espectáculo ambulante “Buffalo Bill Wild West” em 1885. Por ser pequenina,  foi-lhe dado o apelido de “Watanya Cicilla”.

No seu primeiro envolvimento com o Buffalo Bill show, rivalizou profissionalmente e com alguma tensão com o atirador de carabina Lillian Smith. Smith era onze anos mais novo do que ela, tinha 15 anos de idade na altura. Annie deixou temporáriamente o Buffalo Bill show, mas regressou dois anos mais tarde, depois de Smith ter partido. Annie ficou conhecida como a primeira estrela feminina da América e ganhou mais dinheiro do que qualquer outro artista, com excepção de “Buffalo Bill” Cody .

Promoveu o serviço das mulheres em operações de combate nas forças armadas dos Estados Unidos. Escreveu uma carta ao presidente William McKinley em 5 de Abril de 1898, “oferecendo ao governo os serviços de um grupo de 50 “senhoras atiradoras” que forneceriam as suas próprias armas e munições, aquando da guerra hispano-americana, mas a oferta não foi aceite. Theodore Roosevelt, no entanto, enviou a sua cavalaria privada “Rough Riders” para os combates, que foi aceite.

No mesmo ano em que McKinley foi morto a tiro por um assassino, Annie também foi gravemente ferida num acidente de comboio, mas recuperou depois de paralisia temporária e cinco operações à coluna vertebral.

Após a sua lesão e mudança de carreira, a sua lenda sobre a experiência em tiro continuou a aumentar ao longo de 60 anos.

Acredita-se que Annie tenha ensinado mais de 15.000 mulheres a usar uma arma. Acreditava firmemente que era crucial para as mulheres aprenderem a usar uma arma, não apenas como uma forma de exercício físico e mental, mas também para se defenderem. Chegou a dizer um dia: “Eu gostaria de ver todas as mulheres a saber lidar com armas tão naturalmente como sabem lidar com os bébés”.

A sua saúde piorou em 1925 e morreu de anemia em Greenville, Ohio, com a idade de 66, em 3 de Novembro de 1926. Supondo que seu casamento tinha sido em 1876, Annie e Butler estavam casados há pouco mais de 50 anos.

Butler ficou tão triste com a sua morte, que, deixou de comer e morreu 18 dias mais tarde, em Michigan. Foi enterrado ao lado de Annie. Há rumores de que as cinzas de Annie, colocados num dos seus troféus premiados, foram postas ao lado de Butler no seu caixão antes do enterro.

Ambos foram enterrados no cemitério de Dia de Ação de Graças (25 de Novembro de 1926).

7-AnnieOakley1

Ensinamento que tiro desta história de vida:

“Mais uma belíssima história, desta vez no feminino… e em que mesmo no meio das armas e tiros pode haver amor até ao fim.“

Fim

Reescrito por,

MC

Jesse James

“ Breve crónica resumida, sobre uma das grandes lendas do Oeste Americano do Sec. XIX ”

Jesse James

6JesseJames1

Jesse Woodson James (Kearney, 5 de setembro de 1847 – Missouri, 3 de abril de 1882)  foi um fora da lei do Velho Oeste dos Estados Unidos. Conhecido pelos seus roubos, porém, antes de entrar para o mundo do crime, ele e o seu irmão Frank eram agricultores.

Foi considerado por muitos historiadores como um dos melhores cowboys a utilizar a arma. Alguns diziam que o seu primeiro assassinato ocorreu com 14 anos de idade. Ao longo da sua vida Jesse matou pelo menos vinte pessoas.

A Guerra Civil criou divisões no Missouri e mudou a vida de Jesse James. A guerra civil começou no estado logo após uma série de campanhas militares e batalhas do exército regular, em 1861. Os separatistas conhecidos por “bushwhackers” confrontavam-se com as milícias da União, sendo que ambos os lados cometeram grandes atrocidades. As guerrilhas assassinaram civis da União, executaram prisioneiros e esquartejavam os mortos. As forças da União declararam a lei marcial e invadiam lares, prenderam civis e executaram sumáriamente e expulsaram simpatizantes dos confederados.

A família  de James ficou do lado dos confederados. Frank James juntou-se à companhia local que fazia recrutamento para os separatistas – Missouri State Guard – e lutou na Batalha do Wilson’s Creek. Logo depois voltou para casa.

Em 1863 foi denunciado como membro da guerrilha que operava no condado de Clay. Em maio desse ano, uma milícia da União invadiu a residência dos James, à procura do grupo de Frank. Torturaram o padastro dos James e tentaram enforcá-lo numa árvore, quando então este foi salvo por Jesse que fugiu para o mato.

Após a Guerra Civil, os sobreviventes da quadrilha de Clement continuaram a roubar bancos durante os dois anos seguintes. Em 23 de maio de 1867, roubaram um banco no Missouri, no qual foi morto um major e dois outros homens, mas também não ficou garantido que os James participaram.

O roubo deu notoriedade aos James, como os mais famosos guerrilheiros fora-da-lei. O governador do Missouri, ofereceu uma recompensa pela captura dos irmãos. Seis meses após o roubo, o editor e fundador do Kansas City Times Kansas City Times publicou a primeira de muitas cartas de Jesse James, que alegou inocência. As cartas foram aumentando o tom político e faziam graves acusações aos Republicanos. Os editoriais de Edwards, transformaram os James num símbolo do desafio Confederado contra os Unionistas. Graças a Edwards, os bandidos ganharam fama de Robin Hood.

Os irmãos James juntaram-se a Cole Younger e seus irmãos e outros ex-confederados, e formaram aquela que ficou conhecida como o gangue dos James-Younger. Com Jesse James como a face atemorizadora do gangue, eles roubaram bancos desde Lowa até ao Texas e do Kansas até Virginia Ocidental. Em julho de 1873 roubaram um comboio vindo de Chicago, descarrilhando-o em Adais, Lowa. O roubo rendeu a quadrilha três mil dólares, ficaram conhecidos como assaltantes de comboios e em apenas duas vezes roubaram os passageiros, pois básicamente concentravam-se nos vagões de cargas.

Em 1876, Jesse e Frank James foram até Tennessee, usando os nomes de Thomas Howard e B. J. Woodson. Em 1879 renovaram o gangue, e atacaram um comboio em Glendale, Missouri.  O novo gangue não tinha a experiência do antigo e muitos foram presos, deixando James paranóico. Ele mesmo assassinou membros do seu gangue. Os irmãos acabaram voltando ao Missouri. Em dezembro, Jesse alugou uma casa em Saint Joseph, Missouri, não muito longe de onde nasceu e cresceu. Frank, contudo, decidiu mudar-se para a Virginia.

Com o seu gangue em debandada, prisões, mortes e desistências, Jesse achou que só restavam dois homens em quem ele podia confiar, os irmãos Robert e Charley Ford.  Charley já conhecia Jesse, mas Robert era um recém-recrutado.

A 3 de abril de 1882, após tomar o pequeno-almoço, os Fords e Jesse James faziam os preparativos para outro roubo e tratavam dos cavalos. Jesse estava em camisa e sem as armas e foi dito que limpava o pó a um quadro, em cima de uma cadeira. Robert Ford aproveitou a oportunidade e disparou um tiro na cabeça de Jesse.

O assassinato de Jesse James foi um grande acontecimento nacional.

6JesseJames2

Ensinamento que tiro desta história de vida:

“Mais uma belíssima história, onde se verifica mais uma vez que o crime não compensa… e que os fortes morrem quase sempre nas mãos dos fracos.“

Fim

Reescrito por,

MC

Jeremiah Johnson

Breve crónica resumida, sobre mais uma das grandes lendas do Oeste Americano do Sec. XIX  – Jeremiah Johnson

5-JeremihJohnson

Um veterano cansado da guerra mexicana (1846-1848), Jeremiah Johnson procura consolo e refúgio no Oeste Selvagem. Com o objectivo de levar uma simples vida de um homem da montanha, instala-se nas Montanhas Rochosas como caçador.

Johnson usa uma arma Hawken calibre 30 para a caça e protecção, mas torna-se difícil considerando que necessita de bastante alimentação, para as suas necessidades. Um dia enquanto estava na montanha tropeça no corpo congelado de um outro homem da montanha, Hatchet Jack que segurava uma arma Hawken calibre 50 nas suas mãos. As pernas de Hatchet Jack tinham sido partidas,  durante uma luta com um urso, e sabendo que ia morrer,  escreveu um testamento dando a sua arma ao primeiro homem que o encontrasse. Johnson agarra na arma e leva-a consigo. Com a ajuda de vários colegas de montanha,  aprendeu as habilidades necessárias para sobreviver nas montanhas, e depois seguiu o seu próprio caminho.

Numa das suas voltas, depara-se com uma pequena cabana cujos habitantes foram aparentemente atacados por guerreiros Blackfoot, deixando apenas uma mulher e seu filho surdo-mudo como sobreviventes. A mulher, enlouquecida pela dor, força Johnson para que este proteja o seu filho e o leve com ele. É então que Johnson parte com o rapaz – a que chamava “Caleb”.  Encontram-se com outro homem da montanha, Del Gue, que por sua vez tinha graves problemas com várias tribos indías locais. Del Gue é entretanto raptado pelos guerreiros Blackfoot, que o enterraram na areia até ao pescoço e rodeado de penas junto do seu nariz. Johnson salva-o e Gue acaba por viajar com ele e Caleb até mais tarde se depararem com um acampamento dos Blackfoot.

Infiltram-se no acampamento durante a noite para recuperar os haveres de Gue, mas Gue abre fogo com uma pistola e os homens da montanha acabam por matar vários índios no confronto que se seguiu. Johnson e Gue deixam o acampamento, mas Gue leva vários cavalos Blackfoot e alguns escalpes. Johnson, revoltado com a matança desnecessária e as acções de Gue,  resolve regressar com Caleb, mas logo, são surpreendidos por índios Flathead (Cristianizados). Estes, levam-os como convidados de honra pelas suas bravas acções. Johnson, sem saber, insulta o chefe, dando-lhe os cavalos roubados e os escalpes do Blackfoot (seus inimigos mortais). Segundo o costume Flathead, o chefe deveria dar-lhe um presente ainda maior, a sua filha Swan, para que fosse a noiva de Johnson. Após a cerimónia de casamento, Del Gue segue então o seu próprio caminho, e Johnson, Caleb e Swan viajam para o deserto.

Johnson encontra um local adequado para construir uma cabana e, com a ajuda do rapaz e da sua nova esposa, estabelece-se nesta nova casa. Lentamente desenvolverm uma relação de família. Johnson e Swan tornam-se verdadeiramente íntimos. Entretanto Johnson é pressionado pelo serviço da Cavalaria do Exército dos EUA, que o convenceram a liderar um grupo de busca para ajudar a salvar um vagão de comboio descarrilado. Ignorando o conselho de Johnson, os soldados  seguem uma rota através de um cemitério Crow, por causa dessa transgressão em seu solo sagrado, a tribo Crow envia um grupo de ataque para matar Swan e Caleb. Quando voltava para casa pelo mesmo cemitério, Johnson sente algo errado, quando percebe que as sepulturas estão adornadas com bugigangas azul do Cisne, corre de regresso à cabana onde encontra a sua família morta.

Johnson sai em preseguição dos guerreiros que mataram a sua família e ataca-os, matando-os a todos, excepto um (um corpulento guerreiro que canta a sua canção da morte), quando percebe que não pode correr mais que o seu inimigo. Johnson deixa-o vivo para contar a história da sua vingança, a notícia logo se espalha por toda a região e Johnson inicia uma grande e sangrenta luta com a nação Crow. A tribo envia os seus melhores guerreiros para o matar, mas um de cada vez, este vence-os a todos. A lenda cresce e o Chefe Crow, resolve vir respeitá-lo pela sua habilidade, coragem, tenacidade e honra. Reencontra-se, novamente com Del Gue, que informa Johnson da sua crescente reputação. Del Gue pergunta sobre Caleb e Swan e Johnson responde que não sabia deles mas que não havia qualquer problema. Johnson regressa à cabana da mãe de Caleb, apenas para descobrir que ela morreu e um novo colono chamado Qualen e sua família estavam a viver lá. Perto da cabana, os Crow  construíram um monumento de homenagem à bravura de combate e honra de Johnson, deixando periódicamente bugigangas e talismãs simbólicos como tributo.

5.2-JJohnson

Ensinamento que tiro desta história de vida:

“Mais uma belíssima história de vida, onde se reune… amor, ódio, vingança, perdão, compaixão, coragem, honra e muitas outras características do verdadeiro ser humano.“

Fim

Reescrito por,

MC

Billy The Kid

“ Breve crónica resumida, sobre uma das grandes lendas do Oeste Americano do Sec. XIX ”

Billy The Kid

Embora ainda existam algumas dúvidas, acredita-se que Billy The Kid tenha nascido em Manhattan, Nova Iorque, a 24 de Novembro de 1859 com o nome de Henry McCarty.

Perdeu o pai ainda cedo e mudou-se com a mãe (Catherine) e o irmão para Indiana. Lá, Catherine casa-se novamente com Bill Antrim.

Mudam-se novamente, primeiro para Wichita (Kansas), depois para Santa Fé e finalmente Silver City (Novo México), local onde sua mãe adoece e morre. Henry, ou Billy tinha então 14 anos. Em Silver City é preso com um amigo seu, George Shaffer, numa lavandaria acusado de roubar roupas. Mas foge da prisão e vagueia pelo deserto americano e mexicano dedicando-se ao roubos de cavalos.

Aos 17 anos, no Arizona, comete o seu primeiro homicídio, matando Frank P. Cahill, um ferreiro tido como zaragateiro, que costumava provocar e ofender Billy. Conta-se que após uma discussão entre os dois num bar, Cahill atacou Billy, e derrubou-o no chão, quando o pequeno Billy sacou o seu revólver, deu um tiro no abdômen de Cahill, matando-o. Para escapar das autoridades, foge para o Novo México e continua ali os furtos de cavalos e mimo às mulheres mexicanas, com quem adquire boa popularidade. No inverno de 1877, Billy começa a trabalhar com Frank e George Coe no rancho destes, tornando-se grande amigo dos dois. Por intermédio de Richard Brewer, Henry (Billy) começa a trabalhar para John Tunstall, próspero rancheiro e homem de negócios

Em 1878 numa disputa comercial entre Tunstall e seu rival de negócios, James J. Dolan, Jonh Tunstall é assassinado. Alexander McSween, seu advogado e sócio, consegue que Billy e os outros homens de Tunstall sejam nomeados delegados da justiça pelo juiz de paz John Wilson. Batizados como “Os Reguladores de Lincoln”, o grupo liderado por Richard Brewer, vai em busca dos culpados pela morte do rancheiro. Na busca, alguns dos procurados são mortos pelo grupo. No entanto os seus rivais, politicamente mais poderosos, conseguem que o corrupto governador Samuel B. Axtell revogue os mandados de Billy e dos outros, passando-os a condição de foras-da-lei.

A 1 de abril, o grupo dos Reguladores formado por Jim French, Frank McNab, John Middleton , Fred Waite, Henry Brown e o próprio Billy, emboscaram e mataram o Xerife William J. Brady e seu delegado George W. Hindman na rua principal de Lincoln. Durante o tiroteio, Billy foi ferido por um tiro na perna.

O conflito continuaria por mais alguns meses. Durante uma batalha, Billy e alguns de seus companheiros são encurralados na casa de Alex McSween. Sob uma intensa saraivada de tiros, alguns membros do grupo conseguem fugir pela escuridão do rio atrás da casa (incluindo Billy). No entanto, dois Reguladores são mortos.

Depois do fim do conflito, os reguladores restantes fugiram de Lincoln e Billy The Kid, Tom O’Folliard e Charlie Bowdre continuaram a roubar gado e cometer pequenos furtos no Novo México.

Na noite de 14 de julho de1881 Billy foi morto pessoalmente por Pat Garrett no quarto onde estava escondido no rancho de um velho amigo, Peter Maxwell. Billy entrava no quarto de Peter, quando percebeu que alguém estava ali escondido atrás de um móvel. Não reconhecendo Pat, Billy perguntou em espanhol “quem é“? Garrett, disparou duas vezes. Um dos tiros acertou o peito de Billy, que morreu pouco depois.

Morreu em 1881 aos 21 anos de idade.

Ensinamento que tiro desta história de vida:

“Mais uma prova de que o crime, realmente não compensa … morre-se cedo.“

Fim

Reescrito por,

MC

Wyatt Berry Stapp Earp

“ Breve crónica resumida, sobre mais uma das grandes lendas do Oeste Americano do Sec. XIX ”

Wyatt Earp

 

3.1-WyattEarpWyatt Berry Stapp Earp, faz parte dos vultos reais que se tornaram lendários pelos seus feitos na História do Velho Oeste americano, inspirando numerosos Westerns.

Nasceu em Monmouth, Illinois, a 19 de março de 1848. Em 1864 mudou-se com os seus pais para Colton, na Califórnia, perto de San Bernardino, onde foi empregado nos caminhos de ferro. Mais tarde Wyatt regressou ao leste e casou-se em 1870. Com a morte repentina da sua esposa, voltou ao território selvagem e trabalhou como caçador do búfalos e guia de diligências.

Em 1875 chegou a Wichita, onde se juntou às forças policiais. Em 1876, muda-se para Dodge Citty, Kansas onde se transformou em negociante, xerife e homem de negícios ( era dono de um saloon). Foi também aqui que criou a sua reputação como um xerife e jogador notável.

Saindo de Dodge Citty com a sua segunda esposa, em 1878, Wyatt viajou para o Novo México e Califórnia, trabalhando durante algum tempo como um agente da Fargo. Em 1879 junta-se aos seus irmãos e esposa na cidade exploradora de prata, Tombstone, no Arizona.

Wyatt planeou estabelecer-se na cidade e adquiriu a concessão do salão de jogos Oriental. O seu irmão Virgil transformou-se em xerife da cidade, enquanto Morgan se tornou seu auxiliar. Foi aqui que Wyatt conheceu a sua terceira esposa Josie.

Em 26 de Outubro de 1881, numa disputa entre os irmãos Earp e o grupo conduzido por Ike Clanton culminou no tiroteio mais comemorado do Velho Oeste “ O Tiroteio no OK Curral “. Três do grupo de Clanton morreram, Ike e um outro membro ferido conseguiram escapar. Os três irmãos Earp “ Virgil, Wyatt e Morgan “ juntos com o Doc Holliday sobreviveram. Morgan e Virgil ficaram feridos, e Virgil deixou de ser xerife devido à sua participação no tiroteio, e consequentemente nos homicídios.

Em março de 1882 Morgan Earp foi assassinado por desconhecidos. Wyatt, com seu irmão Warren e alguns amigos, perseguiram os suspeitos do assassinato durante algumas semanas e a vingança resultou em mais quatro mortos.

Após ter sido acusado destes assassinatos, Wyatt e a esposa Josie fugiram do Arizona para o Colorado. Acamparam em explorações mineiras nos anos seguintes. Em 1886, estabeleceram-se momentaneamente em San Diego, onde Wyatt investiu em propriedades e casas de jogo.

Em 1897 Wyatt e Josie dirigem-se para “Alaskan Gold Rush to Nome”,  Alaska onde abriram o maior salão da cidade durante a corrida ao ouro no Alaska. Regressaram em 1901 com algum dinheiro e dirigiram-se para as explorações de ouro em Tonopah, Nevada, onde abriram outro saloon, dedicando-se novamente às actividades de saloon, jogo e exploração mineira.

Era famoso pela sua célebre frase: “Eu sou a lei e por isso fica assim”.

Morreu em 1929 aos 80 anos de idade.

3.3-WyattEarp

Ensinamento que tiro desta história de vida:

“Dedicação, Persistência, Liderança, Lealdade e Diversão são algumas das muitas condições que apesar de tudo nos permitem viver mais …“

Fim

Reescrito por,

MC

Buffalo Bill Cody

“ Breve crónica resumida, sobre uma das grandes lendas do Oeste Americano do Sec. XIX ”

Buffalo Bill Cody

 Na crónica deste mês vou falar-vos  de Buffalo Bill Cody, mais uma lenda do Oeste Americano.

Nascido perto de LeClaire em Scott County, Iowa, em 26 de Fevereiro de 1846, William Frederick Cody, trabalhou numa empresa de transporte como mensageiro, antes de tentar a sua sorte como prospector de ouro em Pikes Peak corria o ano de 1859. No ano seguinte, e com apenas 14 anos, Cody torna-se estafeta na Pony Express,  respondendo ao projecto de lei que anunciava ser, para: “Cavaleiros experientes dispostos a arriscar a vida diáriamente”.

Cody mais tarde serviu na Guerra Civil norte-americana, e em 1867 começou a caçar búfalos (para alimentar os trabalhadores, que entretanto construíam os caminhos de ferro), o que lhe viria a dar o apelido e que o definiria para sempre. Na sua própria avaliação diz que o número de búfalos que matou foi de 4280, em pouco mais de um ano e meio.

Em 1868, Cody voltou a trabalhar para o Exército como chefe de observadores avançados (este seu trabalho com os militares rendeu-lhe a Medalha de Honra do Congresso, em 1872, que lhe foi posteriormente retirada e depois novamente atribuída), ao mesmo tempo tornar-se um herói nacional graças às suas façanhas.

Com o extermínio dos Búfalos nos anos que se seguiram, ficava cada vez mais difícil achar manadas de animais, e Búfalo Bill já com grande fama, resolve então investir numa carreira de artista. No final de 1872, Cody foi para Chicago para se estrear  nos palcos em “Os Scouts of the Prairie”. No ano seguinte, “Wild Bill” Hickok, do qual vos falei na crónica anterior, juntou-se à festa, e o espectáculo durou uns dez anos, percorrendo diversas cidades.

Em 1883, Cody fundou o seu próprio espetáculo, contratou alguns índios e mais alguns vaqueiros para fazer uma espécie de circo Itinerante, cuja temática era o Oeste Selvagem. Assim, andavam de cidade em cidade, nas quais as pessoas pagavam para ver o espetáculo, junto com as suas demonstrações e habilidades de cavaleiro.

Ganhou fama e dinheiro, e sessenta anos depois as suas ideias inspiraram os filmes de Faroeste. Viajou extensamente durante três décadas nos Estados Unidos e depois na Europa.

Buffalo Bill além de militar, caçador foi um forte apoiante dos direitos das mulheres e dos Índios.

Faleceu em 10 de Janeiro de 1917, na localidade de Denver, Colorado.

Ensinamento que tiro desta história de vida:

“Às vezes duma vida aparentemente normal, retiramos muito… neste caso, sobre cidadania e direitos humanos “

Fim

MC