Entrevista a lobito–23


A equipa de conteúdos do Tribos agradece desde já toda a disponibilidade do lobito–23
 para responder às nossas questões e pela partilha de conhecimento, uma mais valia, com toda a comunidade Tribos.

1-Pode-nos dar uma breve introdução ao seu começo no tribos? (Como teve conhecimento do tribos? O que o motivou e como aprendeu a jogar?)

Comecei a jogar tribos a mais ou menos 9 anos, e tive conhecimento deste jogo através do meu irmão que era viciado nele, eu como o via a jogar muito e tinha tempo aprendi com ele a jogar. De início parecia um jogo chato, mas com o passar dos tempos fui-me viciando…

2-Primeira tribo?

Sinceramente não me lembro.

3-Estilo de jogo?

Atacante, de início só fazia tropas de defesa mas com o passar dos tempos percebi que o interesse do jogo era atacar…

4-Primeiro nick? 

lobito23

5-No pt17 conseguiu chegar às 3839 aldeias. Como se gere tanta aldeia?

Hoje em dia e fácil gerir esse número de aldeias devido as muitas funcionalidades que os pp nos dão, se fosse a 9 anos atrás não sei como conseguiria. 

6-Que tempo dedicou ao tribos para manter e evoluir o seu jogo?

Dediquei tempo de mais, mas por mais incrível que parece dediquei mais tempo em contas de sitters a defender ataques do que na minha.

7-Foi líder da tribo TW que venceu o mundo pt17. Quais foram os maiores desafios que enfrentou enquanto líder?

Tw foi uma tribo que foi criada para acabar com o mundo, por isso não poderei falar dessa tribo mas sim da *fot*. Os maiores desafios que eu, e outros líderes enfrentamos provavelmente serão as desistências, porque são essas desistências que podem fazer perder guerras. 

8- Enquanto líder da TW é normal haverem conflitos internos. Como foi gerir conflitos na tribo?

Gerir conflitos numa tribo e muito difícil, porque temos que lidar por vezes com garotos de 15 anos e homens com 30 e 40 anos com mentalidades de 15, por vezes tive que tomar atitudes menos corretas para lidar com isso. 

9- Deixou de fazer alguma coisa na sua vida pessoal para dedicar-se ao jogo (porque recebia ataques ou porque tinha de gerir a tribo)?

Deixei de fazer muitas coisas principalmente de dormir.

 10- Se voltasse ao jogo assumia novamente um cargo de líder numa tribo? Porquê?

Primeiro espero nunca mais voltar a jogar tw, segundo nunca mais serei líder.

11- Com a experiencia que teve na liderança da tribo TW que conselho pode dar aos jogadores que lideram tribos?

Não percam tempo com uma tribo no fim ninguém vos agradece, e depois ainda são postos em causa

12- Sabemos que ganhou a medalha de melhor atacante do dia 71 vezes, 25 vezes o melhor defensor do dia e 23 vezes a melhor potência do dia. Claramente é um jogador que prefere o ataque?

Sem duvida, no ataque e que esta o interesse do jogo. 

13- Delinear estratégias de ataque requer um estudo intensivo do mapa e algum tempo disponível. Que estratégia utiliza para planear um coordenado?

Por norma deixava esse trabalho para outras pessoas em quem confiava.

14-Quais são as características que mais aprecia num mundo? Porquê?

Velocidade 2.

15-Jogadores em quem confia plenamente?

São muitos e eles sabem quem são se me esquecer de alguns desculpem, psynesk (meu irmão), espartag grande companheiro de batalhas e noitadas sem ele não tinha aguentado tanto, allura grande amiga que fiz no jogo, bruno (não me lembro do nick lol) quando precisava estava lá, beta mais uma grande amiga de jogo, nefelibata só estava bem a provocar conflitos com os inimigos mas é bom rapaz pfjorge outro que não podia esquecer, ao resto do pessoal que me esqueci desculpem.

16-Pretende voltar a jogar em algum mundo?

Não pretendo, e se voltar a jogar é disfarçado (outro nick) e sem me dedicar ao jogo…

17-Para terminar: Sugestões a fazer? O que acrescentaria/mudava no jogo?

Não acrescentava nada, e retirava muita coisa principalmente as funcionalidades dos pp em comprar recursos e reduzir os tempos de construção, isso só beneficia quem tem dinheiro…

1 comentário a “Entrevista a lobito–23
”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *