ENTREVISTA Tribos: Líder da tribo vencedora do mundo PT 28: -DarK-

ENTREVISTA AO LÍDER DA TRIBO VENCEDORA DO PT28

Antes de começarmos a entrevista, gostaria, em nome do suporte do Tribos, de te felicitar pela vitória conseguida no mundo 28, e agradecer por partilhares conosco a tua experiência enquanto líder da tribo vencedora.
1- Antes de irmos ao factor jogo propriamente dito, fala-nos um pouco da tua vida pessoal. De que te ocupas durante os dias além do Tribos?

Tenho 23 anos, sou web developer e estudante de engenharia informática em regime pós laboral. Para além disso tento estar com a familia e amigos e claro, muita copofonia 😀
2- Qual foi o primeiro mundo que jogaste? Como foi essa experiência inicial?

Entrei em vários mundos mas o primeiro mais a sério foi o pt22. Conheci muita gente e criaram-se laços que ainda hoje perduram.

3- Se tivesses que fazer um auto-retrato sobre a tua liderança, que palavras-chave escolherias e porquê?

Justo, icentivador, liberdade – Penso que sempre fui o mais justo possível no entanto não se pode agradar a gregos e a troianos, sempre tentei icentivar a malta nas alturas mais complicadas, muitos sittings às costas e sobretudo sempre ouvi as opiniões dos outros deixando-os ter liberdade para tomar decisões pois estávamos todos a trabalhar para o mesmo. Mais que um líder, temos de ser mais um a remar para o mesmo lado.
4- Qual foi o vosso primeiro objetivo no mundo enquanto tribo?

Entramos no pt28 como premade, um projeto que incialmente eu só viria ajudar e sem responsabilidades o que passado algum tempo se tornou uma realidade. Com a falta de tempo dos outros líderes, fui digamos que automaticamente nomeado para suportar a tribo provisoriamente o que acabou por durar o resto do mundo.
5- De entre as várias fases do mundo, qual foi a que trouxe mais dificuldades à Velha Guarda?

A fase de que me recordo em que estivemos mais aflitos foi quando um grupo decidiu virar a casaca e começar a apoiar o inimigo. Para ajudar tinhamos uma fronteira enorme e que muitos de nós estavamos em várias zonas a defender ao mesmo tempo. A juntar a isso temos os inativos que são sempre complicados de gerir, nunca sabemos se voltam mesmo, se devemos absorver ou tentar segurar o maximo a conta.
6- Houve alguma coordenado vosso que tenha corrido menos bem? Como fizeste para inverter a situação?

Houve coordenados a não conquistarmos nada ou simplesmente conquistar uma aldeia ou duas. A solução foi reunir novamente a malta e voltar a atacar, podemos nao conquistar mas matamos defesa e uma coisa todos sabíamos, a defesa demora mais a refazer logo era uma questão de tempo até conseguirmos aquilo que queríamos – destruir os bunkers. Entretanto variávamos nas frentes para mexer com a defesa deles, atacávamos aleatoriamente etc. Foi muito tempo de jogo como podes calcular foram inumeros coordenados das mais diversas formas inclusive a forma descoordenada 😀 (simplesmente tudo para cima deles!!! carreguem-lhes!)
7- Qual foi o vosso coordenado mais bem sucedido em termos de aldeias conquistadas?

… difícil escolher um, todos foram importantes para o chegarmos onde chegamos. Pelo menos sempre foi esse o nosso pensamento. Ganhar, ganhar e ganhar.
8- Podemos afirmar que a tribo que mais vos atrasou na chegada à vitória no mundo foi a 666, ou consideras que houve outra mais complicada?

Obviamente a 666 foi a mais complicada pois para além de ter sido nossa aliada a maior parte do tempo do mundo e ter forçado uma guerra connosco criando conflitos constantes (devido a alguns membros que tinha na altura amigos da antiga RUN). Tambem a RUN foi uma guerra forte e que durou bastante tempo. Esta já teria rivalidade com muitos de nós uma vez que muitos deles tinham sido adversários da Velha Guarda no pt22 de onde viemos vários jogadores.
9- Quais são os colegas em quem mais confias no Tribos e na Velha Guarda e que te ajudam nos períodos difíceis do jogo?

São muitos, muitos assim como eu já estão reformados do jogo outros não sei do que é feito deles pois apesar de termos os contactos uns dos outros cada um tem a sua vidapessoal fora do jogo e à qual se dedica agora. Mas alguns nomes são Biogul, Dj Fénix, 4SakenMafia, AntunVanOut, Tekker3000, Skyblue entre muitos outros não menos importantes mas estes foram aqueles que sempre estiveram lá para o que era preciso. Desde planear coordenados, defesas, segurar uma conta, atacar com outra etc etc. contudo todos foram fundamentais para vencer o mundo. A todos as maiores felicidades e preparem-se pois um dia podem ser convocados para mais uma guerra!
10- Jogas atualmente em algum mundo ou pensas vir a jogar?

Para já não estou a jogar em nenhum mundo pois a minha vida não o permite. No futuro nunca se sabe senão voltamos a entrar todos para vencer mais um :p
11- Que ensinamentos achas que deves deixar aos aspirantes a líderes do servidor português?

Levem as coisas com calma, respeitem-se uns aos outros, sejam pessoas de palavra e unidos aos vossos membros. Não se esqueçam que podem ser lideres mas tambám são mais um soldado a lutar ao lado deles. Divididos cairemos, unidos venceremos.
12- Para terminar, o que mudarias no jogo?

Penso que o jogo está ir muito para o caminho de quem tem dinheiro é que ganha servidores, compreendo que o jogo tem custos mas não precisam de abusar. Estão a afastar quem vem jogar pelo divertimento e pela competição para ficarem apenas com quem gasta dinheiro à parva aqui. Tornaram um ciclo vicioso, se o jogador A gasta X, o jogador B 90% das vezes terá de o fazer também para o acompanhar. Basta avaliar os inicios dos mundos, quem compra muito recurso facilmente se destaca dos outros. É a diferença entre demorar 1 semana até a primeira conquista ou demorar 1 mês.

1 comentário a “ENTREVISTA Tribos: Líder da tribo vencedora do mundo PT 28: -DarK-”

  1. Antes de mais parabéns pela vitória.
    E parabens pela entrevista!
    Deixo uma pergunta, o que mais deixou saudades? As noites mal dormidas, as picardias com inimigos, algumas saídas com companheiros da tribo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *