Arquivo de etiquetas: grande parte

Lua Nova

Recentemente fui ver este filme, duas vezes, para piorar a minha sina infelizmente não havia como recusar a segunda ida… contudo acabou por ser uma saída proveitosa – pois consegui ver o filme com outros olhos e questionar-me sobre o paradoxo que me tinha passado um pouco ao lado derivado à companhia da primeira visita ao cinema.

Intrigantemente, ambas as vezes a sala estava cheia e ambas as vezes o filme foi aplaudido como a melhor historia de romance desde “Romeu e Julieta” – titulo proferido por uma pessoa qualquer sentada nas imediações. Naturalmente, fiquei um pouco chocado que a breve passagem de um filme noir sobre tal romance pudesse alguma vez desencadear tal comentário. Ora Julieta foi outra dama de outro tempo… como a Lua Nova claramente mostra.

Os meus valores morais são um pouco fora do comum e tenho quase sempre uma abordagem pragmática a quase tudo que me rodeia, especialmente naquilo que toca no foro emocional. Contudo não consegui ficar perplexo com a atitude da heroína (Bella) deste filme (e digo filme num duplo sentido), mas mais incrível consegue ser a reacção do público. OK! É ficção, mas mesmo assim, uma sala cheia de casalinhos e a opinião geral passar por “que bela história de amor” entre os suspiros das rapariguinhas a questionarem-se porque não podem viver algo do género…

Sem querer contar o filme, digo apenas que grande parte do filme acaba-se por se resumir numa tentativa da Bella esquecer o namorado com um amigo, contudo durante o filme todo ela está apenas a utiliza-lo para aquecer um espaço vazio. Isto seria aquilo que eu diria o “rebound” ou voltar ao jogo, porém isso só seria possível se de facto houvesse algo ali entre os dois e não uma espécie de relação parasitária dela para com o amigo.

É certo e sabido que muitas pessoas fazem isto, mas sempre que em circunstâncias normais sociais alguém conta uma historia dessas é um trinta e um daqueles dos valores morais e o abuso dos sentimentos das outras pessoas, e bla bla whiskas saquetas… Então interrogo-me em pequenos momentos, como é que as mesmas pessoas que rapidamente passam atestados de “sacanice” a ouvir tais historias reais podem lançar suspiros no final deste filme?

Ora bem, eu já fui “acusado” de ser o inimigo publico #1 do amor e dos corações apaixonados, crimes dignos que enforcamento em hasta publica. Ainda que tais frases e discussões acesas nunca me incomodaram, hoje acordo a olhar para um mundo diferente. Sei que tudo aquilo que disse continua a ter lógica para mim, mas também vi que não é por tais ditos serem recebidos (varias vezes) com duas pedras nas mãos deixam de fazer sentido aos que ouvem, reflectem-se nos nossos desejos reprimidos e não pronunciamos pelo medo social.

Pois tais suspiros no cinema não fazem com que a situação vista fosse mais ou menos penosa que as relações gratuitas, tornam-se apenas mais fáceis de aceitar porque todos à volta assim o fazem e seria errado discordar com as massas. Prova-se assim, que com o passar do tempo, com os estilos diferentes, religiões distintas, e todo aquilo que dizemos que fazem de nós algo diferente são apenas meras ilusões… Na realidade, “cada pessoa é única e especial como todas as outras” – fonte desconhecida – quer isto dizer que cada vez mais temos uma visão do mundo globalista do grupo onde estamos e a nossa entidade pessoal está diluída neste.

Resumindo, as pessoas são prisioneiras pelos seus desejos no seu próprio corpo onde a sua liberdade condicional é apenas atingida no consenso de um grupo que tal permita.

É caso para dizer eu penso no que eu quero
Advogado do Diabo

Nobel da paz…

Creio que como grande parte das pessoas que ocasionalmente param para tentar seguir o mundo ficaram chocados com a atribuição do prémio Nobel da Paz ao Presidente Norte-Americano – Barack Obama. Desde que começaram as eleições primarias Americanas o mundo vidrou na corrida entre Hilary Clinton e Barack Obama, ambos os candidatos seriam uma leva de ar fresco em contra posição ao “reinado” Bush dos 8 anos anteriores.

Durante as primarias vi a popularidade de Obama a crescer e numa batalha que apenas nos últimos instantes se decidiu, Obama tornou-se o candidato democrático à Casa Branca numa nova corrida contra Sarah Palin (candidata à vice-presidência pelos republicanos). Já durante a sua campanha Obama prometia grandes reformas internas no seu país como uma politica externa mais aberta.

Com a vitoria de Barack, rapidamente a imprensa se focou em mostrar as diferenças entre este e o seu antecessor, contudo esqueceram-se que o mundo tinha mudado. A herança e a situação global deixada por Bill Clinton era totalmente diferente do legado agora deixado por George W. Bush. Obama entra no poder quando o mundo olha seriamente para a sua carteira, pois a crise financeira é algo que já nos afectava a todos, a “missões de paz” no Iraque e Afeganistão já se tornavam incomportáveis no cenário mundial, e ainda surge a já famosa quasi-pandemia – a Gripe A.

Se Bush entrou no poder com o objectivo de restaurar a “supremacia” americana e ao tentar fazer cavou diversos buracos bélicos e teve de lidar com episódios complicados como o 11 de Setembro, Afeganistão, Iraque, Irão, Coreia do Norte, Rússia, entre outros. Os primeiros anos de Obama serão claramente desfazer (parcialmente) o que foi feito pelo seu antecessor nas politicas externas enquanto tentará aplicar reformas mais “socialistas” a nível interno, sendo assombrado pelo custo destas ideias numa altura que não existe dinheiro ora a época das vacas gordas já acabou.

Todas estas alterações planeadas colocaram o novo presidente na boca do mundo a expressão “we can“, de tal forma que mesmo antes de algo tangível ser feito a comissão dos prémios Nobel distingue-o como o homem que se provou em 2009 como o Homem da Paz! Apesar de gostar muito dos discursos proferidos por Obama, tenho que perguntar: Afinal de contas que passo deu Obama para a Paz? Esta situação faz-me lembrar outro laureado pela Paz, Martin Luther King Jr – sem nenhum descrédito por todo o seu trabalho pela igualdade de etnias mais que merecido, afinal de contas somos todos pessoas de direitos iguais, sem relevância à cor de pelo, sexo, crenças, entre outros. Não foi o “I have a dream” que lhe valeu o prémio, mas um discurso sobre o Vietname.

Receio, que o prémio seja apenas atribuído pela intenção futura e cargo ocupado (que para uns ainda é considerado o Homem mais importante do planeta) e não pelo seu mérito. Olhando para o desconcerto do mundo e a sua situação caótica, caso Obama vá em frente com a tal visão do mundo será um digno laureado, no entanto revejo as minhas reticencias nos interesses do povo norte-americano, será que há forma de fazer cumprir essas promessas? afinal de contas o dinheiro não estica e os americanos já taxam as promessas feitas que são ainda mais caras que a paz no mundo. Como irá Obama (literalmente) pagar estas promessas e fazer jus à sua nomeação?

Admito que estou um pouco céptico, dadas as circunstancias do mundo em que vivemos… E à medida que leio os jornais, revistas, artigos, vejo a esperança depositada em Obama e nos seus discursos. Este é hoje comparado a outra figura, Mikhail Gorbachev (ultimo presidente da URSS) e consigo ver esta analogia de forma diferente.

Gorbachev foi outro reformista, de outros tempos, a sua visão do mundo era também diferente ao esperado pelos seus pares, tendo adoptado uma posição de transparência e reconstrução para abolir a cortina de ferro que separava o mundo em duas fracções. Apesar de todas as boas intenções e os contributos de Gorbachev para o final da guerra fria e o mundo ser como é hoje, ele no inicio foi aclamado como um salvador tanto na URSS como no exterior, tendo conseguido rapidamente ganhar apoios do seu povo e o respeito das fracções “inimigas”. Contudo esta popularidade foi destruída pelo erro de agradar primeiro pela politica externa e deixar o “império soviético” se desmoronar na bancarrota.

Assim, resta apenas sonhar com um futuro melhor, esperar que Obama seja capaz não só de cumprir com as suas promessas ao povo americano, como também encontrar forma de honrar a distinta nomeação pela Paz.

de olhos postos no futuro,
Anjo

Acordar bem disposto…

É Outono e o tempo está cinzento, a chuva ameaça… é mais um domingo, e pego no carro para ir tomar o pequeno-almoço e ler o jornal. Chego à pasteleira com um sorriso e peço a minha tosta mista.

Começo a ler o jornal e o mundo parece ser dos sacanas, olho à minha volta e vejo as pessoas com as suas preocupações na cara, reclamações do tempo, da sociedade e outras coisas… Eis que o meu telemóvel toca, discretamente pego no telemóvel e abro a mensagem que recebi para ler “gostei imenso da noite anterior, quando voltar temos de repetir” e eis que se abre um sorriso parvo na minha face que parece ainda irritar mais as pessoas à minha volta.

A verdade é que o dia anterior correu bem, e não tenho grandes planos para hoje… mas acordei a saber que aconteça o que acontecer o dia de hoje será um bom dia! Não vou estar com ninguém em especial e a única coisa que sei é mesmo que devo almoçar em qualquer restaurante a zona.

Estar bem-disposto, não é uma consequência dos factores que nos rodeiam, muito menos das circunstâncias. É apenas o resultado da forma como encaramos a vida, é como ter uma tabuleta a dizer apenas boa-disposição é aceite.

É impossível controlar o que nos rodeia, porém é mais simples dar importância às pequenas coisas que aumentam a nossa boa disposição. É claro que quando estamos no auge da nossa boa disposição acordar ao meio dia e descobrir que ainda são 11 horas, ou receber uma mensagem de afecto disparam com a nossa felicidade ainda uns bons metros para cima.

Muitas pessoas tendem a culpar a falta de boa-disposição aos factores que o rodeiam, é verdade que estar vivo é complicado e tem os seus problemas. Porém basta pensar um pouco que a postura derrotista não faz com que os problemas desapareçam, mas encara-los com um sorriso é um primeiro passo para desarmar grande parte dos problemas.

Hoje é um bom dia! É porque sei sorrir.

O vosso Anjo da guarda!

Its ALIVE! – lançamento de um novo mundo como acontece…

Durante os últimos dias estive bastante ocupado com a gestão da equipa e com os preparativos do pt13, que abriu ontem (quando tive a ideia de escrever este artigo).
Apesar de muitos dos jogadores já saberem grande parte do processo, fica aqui uma pequena narrativa de como acontece…

A decisão

Há apenas uma forma para iniciar-se um novo mundo, é quando da sede da InnoGames GmbH decide que está na altura de criar um novo mundo. Normalmente, conhecendo os factores que levam a esta decisão e a vontade da comunidade, nas minhas funções sugiro por vezes uma apreciação do status e verificação se as condições para um novo mundo estão reunidas.
Uma vez que a sede decide que está na altura de lançar um novo mundo é me comunicada qual a semana para o lançamento e dois a três dias preferenciais. Com estes dados, tenho que escolher o dia em que a equipa estará melhor preparada para lidar com o lançamento.

Curiosidade: é (quase) impossível de um servidor ser lançado a uma sexta-feira 13, não por causa de superstição mas por falta de disponibilidade técnica.

Após acertada a data é preciso marcar com o suporte técnico, para qualquer eventualidade, tal como fazer o reset ao mundo antes de lançamento.

É nesta altura que também se inicia as negociações das configurações, regra geral eu peço velocidade 5x e depois é analisada a velocidade dos mundos anteriores e futuros para se chegar a um consenso, porém o espaço de negociação nesta parte é um pouco mais de apelo.

Uma vez decidida a velocidade começa a ronda das restantes configurações e a manutenção do equilíbrio. Neste aspecto é dado perto de uma semana para se propor as configurações desejadas.

Após saber as datas

Depois de definidas as datas, vou ao painel de configurações e começo a configurar alguns detalhes, sendo o primeiro a velocidade para 2000x a 60000x. Uma vez acabadas as primeiras configurações, está na altura de dar permissões aos co-administradores neste novo mundo e informo os membros da equipa que o mundo está disponível para ser testado e onde o podem fazer.
Durante este tempo a minha primeira preocupação é a integridade do servidor e a sua jogabilidade – se é viável a longo prazo. E são feitos os ajustes de configurações neste momento.

Curiosidade: a velocidade mais rápida num servidor português foi 120000x no pt10.

Testado e configurado…

Após ter sido testado e configurado, as configurações são descritas à sede e explicados os motivos, a qual pode concordar ou não. Caso haja discordância com uma configuração, terá de ser tudo ajustado de novo nesse momento. Nesta altura é quando são conhecidas as configurações finais de um dado mundo. Pode, em raro caso, acontecer que estas são alteradas no momento de lançamento.

Após estarem acertadas as configurações, continuamos a testar o servidor numa velocidade absurda até ao dia de lançamento.

No dia do lançamento

Este é um dia stressante em todos os aspectos, e começa logo de manhã cedo. Primeira coisa a fazer é contactar a sede e consultar quando é a melhor hora para o lançamento, após é pedir ao suporte técnico para fazerem um reset ao mundo e re-testar coisas essenciais como: a ajuda, premium (funcionalidades e compras), filas de construção, movimento de tropas, pontos, etc.

Curiosidade: Em todos os mundos que lanço começo sempre na primeira posição, não é batota é mesmo devido aos testes.

Uma vez, testado, novamente é revista a configuração do mundo e anunciado no fórum que está a abrir. E feita a abertura quando a sede disser “all is good, you can launch! And don’t forget best!”


Após isto são horas de espera a ver se tudo corre bem e não existe algum erro grave que exige suporte técnico.

E assim acaba uma pequena longa historia.
Ricardo, Administrador de Comunidade

Relatório de Agosto

Mais uma vez publicamos mais um dos relatórios mensais da equipa do suporte, desta vez sobre o terrível mês de Agosto. Terrível – porque como é habitual o mês de Agosto é o mês de ferias, sendo que apesar de termos habitualmente menos jogadores online temos por mais tempo, há mais contas em modo de ferias, há desistências… o que infelizmente leva por vezes a maiores lapsos das regras por parte dos jogadores e como grande parte das pessoas do suporte estiveram de ferias as solicitações de suporte são mais para menos pessoas.

Durante o mês de Agosto, foi ainda a altura escolhida pela gestão do projecto para por alguns assuntos em dia, tais como os níveis de actividade dos nossos membros do suporte tal como a relação com a qualidade. Felizmente a qualidade manteve acima dos níveis esperados, porém e para grande infelicidade nossa perdemos vários membros da equipa de suporte por inactividade e outros assuntos pessoais que tomaram prioridade sobre o tempo dos mesmos.

Infelizmente ainda não foi neste mês que conseguimos por em pratica algumas das inovações que temos planeadas tanto a nível do suporte como dos relatórios, por exemplo os relatórios sobre a moderação do fórum. No entanto tenho o prazer de anunciar que é finalmente neste mês (se tudo correr como previsto) que o novo formato e plataforma das candidaturas ao suporte é lançado ao publico. Temos em equipa vindo a testar e melhorar o interface e as funcionalidades desta nova ferramenta e até ao momento tem superado imenso todas as expectativas.

Ainda como um pequeno à parte, tanto eu como o André e o Tiago temos vindo a testar o novo jogo da InnoGames GmbH, o Grepolis, sobre o qual temos apenas boas coisas a dizer e esperamos para breve estar a trazer este jogo também para a comunidade portuguesa. Porém o jogo ainda se encontra numa fase de testes e ainda é muito cedo para dar uma previsão de quando este será lançado ao publico geral, mas com toda a certeza iremos informar atempadamente a nossa comunidade.

Ainda nas novidades, este mês tivemos novos recrutados na equipa do suporte e foi lançada uma nova iniciativa do jornal / blog, em que os jogadores podem fazer questões dos mais variados estilos à equipa de suporte. Hoje foi lançado o terceiro volume e esperamos continuar com esta iniciativa durante os próximos tempos.

Acção de suporte Agosto
Bloqueios de contas: 519
Penalizações de contas: 649
Solicitações de suporte atendidas: 5571
Insultos analisados: 2219
Expulsões do servidor: 91

Passando às considerações sobre o mês (de Agosto) passado, deparamos que o numero de bloqueios decresceu e o numero de comandos ilegais realizados pelos jogadores tendencialmente tem descido, porém as infracções que ainda ocorrem tem sido alarmantes e cada vez mais graves. Também neste mês deparamos com bloqueios mais complicados em alguns casos, pessoas a utilizarem o jogo para promoverem sites não aprovados e as devidas retaliações de internet por estas pessoas.

Para nós, enquanto equipa de suporte tal como pessoas, foi bastante alarmante a quantidade de denuncias de mensagens privadas e os seus conteúdos, sendo maioritariamente de dois tipos insultos e tentativas de roubo de contas.

As nossas previsões e expectativas para o mês de Setembro passam em grande parte na nova plataforma de candidaturas e recrutamento de novos membros da equipa de suporte, como a integração de novas funcionalidades e ferramentas para a comunidade no seu geral.

No que diz respeito ao jornal, tentaremos ainda no mês de Setembro, ressuscitar algumas das iniciativas em estado latente tal como trazer novos projectos e desenvolvimentos a este meio. E claro dar continuidade ao já existente.

Assim concluo o relatório de Agosto,
Ricardo, Administrador de Comunidade

Mas temos mesmo de responder a isso!?

E mais uma segunda-feira chegou, e como temos vindo a tentar publicamos mais uma vez as respostas a todas as perguntas. Porém aviso já que grande parte das perguntas foram respondidas numa madrugada de insónias em que estávamos a fazer um pouco de tudo menos dormir…

Tenho que dizer que foi bastante divertido para nós estar a responder e apanhar algumas respostas que os membros não sabiam que irão acabar por ser publicadas… e novas ideias surgiram.


bret the hitman hart: Qual foi o mundo que para vocês teve mais interesse para os jogadores? e porque?

Rpaiva: Mundo3. Depois de uma curta passagem pelo Mundo2, o Mundo 3 foi o que mais gostei e o que conseguimos (Irmandade do Lobos) ter uma tribo com apenas 30 elementos respeitada por todas as tribos. Uma grande experiencia.

Enteirocks: mundo 2 , porque depois do primeiro mundo inteiramente em português o 2 foi para atingir alguma maturidade

Sudritter: Penso que foi o mundo 1, sendo o primeiro é sempre o mais interessante, além disso penso que o servidor speed foi bastante aliciado.

Carvalhoes: o mundo 2 deve ter sido mt interessante, depois do inicio do server português deve ter sido neste que começaram a surgir jogadores mais competitivos, mais atentos ao jogo.

Sudritter: ah mas é sobre nós? Não percebi assim, pensava que era o mundo que achamos que foi mais esperado ou assim.

Rastadude: miaaaauuu

Enteirocks: que foi isso?

Ricardo: que cena mais CENSURADO!

Rpaiva: piu piu

Rastadude: No meu ponto de vista o mundo 3 foi o q teve mais interesse ate agora, pelas tribos q lá foram criadas, pelas guerras ja feitas e pelo q ainda falta para acabar e saber como realmente vai acabar!!!

Pekenino: Creio que o mundo que teve mais interesse para os jogadores foi o mundo 3 e o mundo 6. No mundo 3 aconteceu muitas reviravoltas e acho que não vale a pena dizer quais são elas pois os que jogaram e jogam no mundo 3 sabem quais foram e ainda existe.

Pekenino: Não vale mesmo editar? Se não vale retira o mundo 6 s.f.f. é que na pergunta diz apenas 1 mundo e eu disse 2 (mundo 3 e 6 s.f.f.)

Bebesinha: penso que foi o mundo 2, o 1 foi a novidade do pt o ter conhecimento do jogo por parte de muitos utilizadores e o 2 foi o poder colocar em prática os conhecimentos adquiridos, dai ser um mundo bastante competitivo

Relaxxx: Penso que o Mundo10 foi um mundo muito bom visto que apareceram novos bons jogadores, tribos e líderes. O Mundo10 tem varias tribos do top que são contra famílias e que já venceram várias guerras com varias famílias.

Tiagus: Para mim foi o mundo 3, visto terem aparecido também novos jogadores, alguns eram a primeira vez que aprenderam a jogar, tal como eu, e além disso houve logo do início uma guerra praticamente de metade do mundo contra outra, e além disso ainda existem grandes guerras, e o mundo é muito competitivo, mas é óbvio que ao longo os mais importantes jogadores vão deixando o mundo, mas contínua a ser dos melhores mundos do server pt.

Arodrigues: O mundo 2 e o mundo 3 foram mundos que muito guerra geram, quem muito bons jogadores aprenderam a técnica de jogar TribalWars. Ainda hoje estes dois mundo estão ricos a nivel de confrontos e desafios tanto a nivel da tribos, como a jogadores contra jogadores. Por todos este motivos, penso que foram e são ainda estes dois mundos que dão mais entusiasmo aos jogadores, no entanto, o mundo 10 e possivelmente o mundo 12 irão também tornar – se alvo de preferência pelo jogadores.


bret the hitman hart: E das tribos existentes no jogo, se a moderação tivesse de escolher uma qual seria?

Rpaiva: Existindo, seria a Irmandade dos Lobos. No Mundo4, a IW.

Enteirocks: nenhuma

Carvalhoes: mundo 3, família NOM, por muita critica que seja feita foi onde consegui ter maior trabalho de equipa e conhecer jogadores decentes no server português com quem valia a pena jogar. Isto são pontos de vista pessoais.

Sudritter: nenhuma em especial, acredito que em todos os mundos hajam boas tribos, para mim o ideal é pequena e sem famílias.

Rastadude: Das tribos ainda existentes existem varias q se encontram no meu entendimento de boa tribo… cada tribo tem o seu espírito em particular , cada 1 tem as suas mais valias e as suas “ovelhas negras” …

Relaxxx: que pergunta extraordinária…

Bebesinha: isso é pergunta  🙁

Relaxxx: Acho que se tivesse que escolher uma tribo seria a birlik por ter um exelente líder, uma super-organização e muita união. penso que é a melhor/uma das melhores tribo/tribos do tw.pt

Aquarius: Sem comentários…

Pekenino: Birlik sem dúvida pelo companheirismo de todos os jogadores, organização por parte do líder. Pelo que vejo tem a capacidade de se conterem em muitas situações que se vê.

Aquarius: como membro da equipa do jogo não considero que nenhuma tribo seja melhor que qualquer outra. Todas as equipas têm as mesmas oportunidades.

Arodrigues: A nível de tribos, a resposta tem de ser muito cautelosa e atender a diversos aspectos companheirismo, união e sobretudo organização, eu acho arriscado pornunciar nomes de tribos, pelo motivo que alguma vão, outra muda de nome etc etc, pelo que acho que qualquer tribo que preencha os requisitos que acima indiquei é uma tribo de prestigio e uma tribo de valor independentemente da posição que ocupa no ranking.

Bebesinha: todas as que apresentam unidade , estratégia, actividade, respeito pelos adversários e muito divertimento


pedrocas22: Qual e o moderador mais “chatinho”?

Ricardo: acho que as repostas a esta pergunta serão muito unânimes…

Sudritter [03:28:46]: Pekenino

Rastadude[03:28:47]: pekenino

Enteirocks [03:28:54]: pekenino

Carvalhoes [03:29:01]: pekenino

RPaiva [03:29:03]: Pekenino

Enteirocks: mas mete chato…

Cerelac: cerelac 🙂

Bebesinha: essa é muitoooooooo difícil

Pekenino: nem pensem

Bebesinha: pequenote 😀

Cerelac: pekenino

Relaxxx: então ainda há 2 dias diziam que era o pekenino

Bebesinha: desculpa puequenino mas…. es mesmo tu

Bebesinha: prontos diz que sou eu, não me zango mas vais levar um soco

Pekenino: O moderador mais chato SOU EU 🙂

ogait87: visto que ele próprio já o admitiu…

pekenino: ve-la tiago que estou na chamada…

ogait87: que queres que te faça… tu próprio o disseste…


brunex5: Qual a tarefa mais complicada que têm enquanto Moderadores? É o controlo dos jogadores e do fórum ou a abertura dos mundos, manutenção e updates para novas versões? Ou nenhuma delas?

Ricardo: Na realidade a abertura, manutenção e updates sou eu que trato com a InnoGames…

Rpaiva: Nenhuma delas

Sudritter: Pelo menos no west existe sempre uma grande afluência ao fórum antes das actualizações, o fórum torna-se mais fácil de gerir, mas nada de extraordinário.

Rastadude: nenhuma delas, são tarefas diferentes… que coisa mais…

Enteirocks: Quando existe verificação massiva de contas  :p

Bebesinha: essa eu sei, nenhuma delas :p

Aquarius: Acho que o que normalmente gera mais controvérsia e pode ser mais complicado de realizar na perfeição seja a de moderar o Fórum

Relaxxx: nenhuma delas

Pekenino: Para mim é o controlo dos jogadores…


Berunoxxx: (Ricardo) Todos os utilizadores, que são escolhidos para a equipa, primeiro são moderadores? E depois é que sobem para Super Moderadores, Co- Admins e Admins?

Ricardo: ora bem, inicialmente, até ao momento, os novos recrutas entram para a equipa de moderação ao fórum. Dependente de como corre a experiencia e pode ser optado entre um de dois ramos actuais – fórum e jogo – sendo que estes exigem do membro da equipa diferentes qualidades. A subida a Super-Moderador tal como a Co-Administrador é bastante mais complicada, depende das vagas existentes na equipa e do trabalho desenvolvido pelos membros.

Já a subida a administrador primário, bem de momento só existe um porém caso venha a sair nomearei um sucessor entre os co-administradores existentes.

Porém o método de recruta está em processo de alteração e estas informações poderão desactualizar-se brevemente.


Zauri.: No caso de um administrador cometer um erro grave como responde perante a innogammes?

Ricardo: Honestamente, não sei… nunca estive nessa situação.


Lamios: Quanto tempo, mais ao menos, se despende por dia na tarefa da moderação do fórum? E do jogo?

Enteirocks: 2 a 10 horas fórum + jogo, se o dia for facil são duas horas se o dia for CENSURADO são perto de dez.

Rpaiva: Depende. Em alturas que a afluência ao fórum é maior, demora bastante. Ou seja, entre 2 a 5 horas / dia.

Enteirocks: CENSURADO CENSURADO CENSURADO CENSURADO CENSURADO CENSURADO

Rastadude: Moderação no fórum …todo o tempo livre disponível para isso …seja 10m ou 5h  de cada vez q logamos.

Enteirocks: CENSURADO CENSURADO CENSURADO CENSURADO CENSURADO CENSURADO

Sudritter: Depende de dia para dia, ambos requerem atenção, o jogo mais do que o fórum, há tantas variáveis que influenciam, despendemos o necessário ^^  (acho eu)

Carvalhoes: depende da disponibilidade pessoal e da afluência ao fórum, mas no mínimo 2 horas por dia outros bem mais. Conforma e vai dando tempo passo por lá para ajudar.

Rpaiva: eu tou no hotel do the west, oh rasta trabalha na cidade!

Rastadude: já meti 30 minutos no coveiro.

Aquarius: Eu normalmente passo pelo Fórum geral meia hora distribuida ao longo do dia pois os mundos são da responsabilidade dos moderadores do Fórum. No jogo depende se houve alguma limpeza geral, se houve mensagens massivas de insultos, se existe o prenúncio de um novo mundo. Pode variar entre meia hora até 5 horas

Relaxxx: Isto depende da minha disponibilidade… Mas estou online pelo menos 2 horas por dia

Bebesinha: sempre que tenho tempo disponível, 24h  por dia e falta a noite

Ricardo: mentir é feio :p

Pekenino: Depende…….. Há dias em que se faz tudo no ‘ai’ e há outros dias que as coisas se podem complicar e demorar mais tempo…  É dificil dizer quanto tempo dispendo por dia só para a moderação… Mas +/- são 2 horas por dia… Se tiver sem nada que fazer nesse dia pode ser um pouco mais 😛


Alphos: O que gosta mais e menos em ser moderador?

Rpaiva: Mais – Ler tópicos de guerra; Menos – Punir

Rastadude: Menos-aturar o pekeno; Mais-Estar dentro de tudo o q se passa em guerras de todos os mundos …

Carvalhoes: menos – spam continuo que obriga a punir e a chamar constantemente à atenção dos utilizadores; mais – tópicos participados de forma correcta e equipa de moderação

Sudritter: menos: receber alguns feedbacks negativos quando não tem razão de ser (como reclamações a infracões ou a contas devidamente banidas); mais: o convivio em geral com a equipa.

Enteirocks: Gosto mais -> Espírito da Equipa, trabalho de grupo, quando acabo de “vos” aturar e vou dormir 😛 , gosto menos -> quando os utilizadores teimam em pensar que somos ceguinhos |:

Aquarius: Mais: Ajudar a comunidade e evitar um clima de impunidade. Menos: Ser insultado por todos ou acusarem-me de ser corrupto

Bebesinha: menos – ter de estar sempre a repetir o mesmo “Evitem fazer spam” e ninguém ligar a mínima …. snif snif mais – estar aqui com o pessoal 🙂

Relaxxx: Gosto ajudar a comunidade e nao gosto quando o pessoal é chato

Cerelac: mais – estar a contribuir para a comunidade. menos – Quando liguem liga aos que os moderadores dizem

Aquarius: “quando liguem liga”? esse PT está lindo

Pekenino: Mais: É ajudar um jogador a resolver uma dúvida ou problema que tenha e agradecer pela ajuda. Menos: É os esforços que fazemos a ajudar os jogadores a resolverem os seus problemas e dúvidas e depois vêem dizer-nos que somos corruptos blá blá whiskas saquetas… Vai buscari…

Relaxxx: pessoal nao consigo entrar no M10, é erro meu ou mesmo do servidor?

Aquarius: Abre um ticket 😛

Relaxxx: deve ser meu.. a net mt lenta ohhhhhhhhhh

bebesinha: na é sabotagem


Sr das trevas: De qual das várias funções de moderação, administração, entre outras gostam mais?

Rpaiva: Entre outras…

Enteirocks: Gosto dos convivios da equipa

Rpaiva: e uns testes psicotécnicos?

Rastadude: Administraçao!!!

Carvalhoes: Concordo com o Nuno, os jantares são porreiros :p

Sudritter: Banir pessoas atravez de affronts insultuosos

Enteirocks: Gosto dos convivios da equipa 😀 , gosto de ser obrigado a ir aveiro…. a famalicão…. a braga…. CENSURADO CENSURADO gosto é de ir.

Rastadude: miau… miau…

Cerelac: essa não tou a perceber

Aquarius: “To serve and punish”

Relaxxx: Gosto de tudo

Ricardo: este relax é estranho :p

Arodrigues: A função de moderador que mais gosto é ajudar o jogadores com as suas dúvidas e com a seus problemas, também gosto de imenso de fazer vigorar as regras do jogo trazendo assim igual oportunidade a todos os jogadores.

Bebesinha: ainda não descobri

Pekenino: Eu gosto de tudo…  Mas talvez a que goste mais é esclarecer os jogadores…

Bebesinha: é estar no paleio com vocês e por falar nisso ninguem liga ou ligo eu

Bebesinha: lol andré que graxista


Sr das trevas: Se pudesse alterar algo no Tribos o que modificaria?

Ricardo: oh Paiva os psicotécnicos…

Enteirocks: Alterava o banner, não gosto de ver ali o josé mourinho a segurar na espada

Rastadude: Em vez do josé mourinho com a espada teria um … coqueiro!

Sudritter: Eu mudava a equipa, esta gente n diz nada de jeito 😛

Carvalhoes: um coqueiro, mas o rpaiva não podia ir buscar os cocos :p

Bebesinha: posso mudar essa pergunta??

Ricardo: eu estou farto de pedir aos programadores para porém aviões… e porém algo na ajuda sobre as aldeias azuis…

Cerelac: estou sem micro

Arodrigues: A nivel do jogo própriamente dito não tenho nada a alterar nem pertendo modificar nada. Mas um coisa que eu modificada se tivesse poder para tal era mentalidade dos jogadores para respeitassem sempre as regras do jogo e para que os bloqueios não fossem necessários.

Aquarius: Isso não é do jogo, é desviar a resposta do pretendido num exame era “Errado”

Aquarius: Eu só mudava uma coisa no jogo: Retirar o crescimento de aldeias bárbaras. Acho que retira em muito a estratégia agressiva do jogo.

Cerelac: concordo

Bebesinha: infelizmente não posso, barrar o jogo aos casmurrrrroooooossss

Pekenino: Modificaria uma coisa apenas: Era os jogadores aliados não conseguissem atacar outros aliados…

Bebesinha: andre estas mesmo a ser graxista <3

Relaxxx: Não gosto muito da nova Protecção contra Bots.. acho que se pudesse modificar alguma coisa era isso que eu tirava


Rafita King: 1º Se tivessem de se auto-avaliar enquanto membros do suporte, qual seria a vossa avaliação? (de 0 a 20 com justificação)

Rpaiva: 20 Porque sou bom

Ricardo: mas eu sou melhor :p

Enteirocks: 19,9 – existe sempre uma virgula a faltar em algum post

Rastadude: 30 pq sou melhor q o rpaiva!!!

Sudritter: 20 porque o Paiva também tem

Enteirocks: 30 e de qualidade, é o que me dizem se é verdade não sei, nunca me preocupei em descobrir por mim mesmo.

Ricardo: quanto é isso tudo somado?

carvalhoes: estes gajos são uns gabarolas…

Aquarius: 14 – Sou explícito e pormenorizado quando contacto com os jogadores e sou tão activo quanto o tempo que tenho mo permite

Bebesinha: 21 porque já tenho um club de fãs que até me oferecem biberons

Relaxxx: Por enquanto ainda sou novo na equipa por isso a minha auto-avaliação é de 10 visto que ainda estou a aprender, mas com o tempo chegarei a 21

Relaxxx: tu nem imaginas quantos fãs tenho eu no M10

bebesinha: chefe posso dar um vermelho ao relaxx???

Relaxxx: Uma até me mandou uma mensagem a dizer que quer ser a minha namorada

Pekenino (após 30 min): Agora creio que a minha avaliação seria de 15. Justificação: Conhecimento das regras, paciente (muito paciente). Não levo 20 porque não tenho conhecimento de tudo e também porque tenho de melhorar algumas coisas enquanto moderador.


Rafita King: 2º Se tivessem de se auto-avaliar enquanto jogadores, qual seria a vossa avaliação? (de 0 a 20 com justificação)

Ricardo: ui, já nem me lembro…

Sudritter: Perdi uma aldeia ao Ricardo num dos speeds, mas a culpa foi de outro por isso fico com outro 20 para mim

Enteirocks: 17 – Porque não tenho mais -> 1º – nunca fui líder de nenhuma tribo falta-me experiencia nessa vertente;

Carvalhoes: no comments

Rpavia: 31 Porque aí sou muito melhor que o RastaDude

Rastadude: 35 pensava ele q me passava nisto …bahhh

Relaxxx: 21

Carvalhoes: olha mais um gabarola

Ricardo: pekeno, podes te dar 21 por tentares [removido porque o pekenino começou a chorar e a berrar].

Aquarius: 14 – Porque tenho bastante experiência no jogo, simplesmente não tenho tanto tempo disponível como outros.

Relaxxx: Tenho bastante experiência no jogo, uma pequena prova disso é o M10, a minha autoavaliação como jogador seria de 19-20 visto que sei jogar muito bem.

Ricardo: esta pergunta é diferente da anterior leiam

Bebesinha: eu já respondi a esta…

Ricardo: lê…

Bebesinha: 101 e nada de criticas

Pekenino: A nota da minha auto-avaliação é a: 15. Tenho experiência no jogo etc, mas não me considero um jogador profissional.


Rafita King: 3º Se tivessem de se auto-avaliar enquanto pessoas, qual seria a vossa avaliação? (de 0 a 20 com justificação)

A equipa recusou-se a responder pela 3ª vez a uma pergunta do mesmo estilo… lamentamos…

Carvalhoes: é só aliens nesta equipa??

Pekenino: eu tenho os meus defeitos, sou…

Ricardo: chato!?

Pekenino: sim


bernas14: Para o Ricardo: Preferias ter outro emprego, que não fosse Administrador do Tribos? Se sim, qual? E porquê?

Ricardo: Sempre adorei medicina especialmente psiquiatria, porém gosto do que faço aqui… Espero que no futuro volte a estar mais envolvido na R&D, pesquisa e desenvolvimento de novas teorias nesta área.


ivan17: Para a equipa de suporte: Já reconheceram algum erro, no fórum ou in-game, que cometessem com um pedido de desculpas ao jogador/jogadora vítima dessa falha?

Ricardo: sim, já aconteceu, e foi emitido um pedido de desculpas formal ao jogador.


Zauri.: Quando a um erro na abertura de um mundo como a equipa age juntamente com a administração?

Ricardo: as aberturas dos mundos são sempre feitas por mim e pela InnoGames


Berunoxxx: Para toda a Equipe: Quando vos chega alguma Mensagem Privada, vocês, lêem logo, ou só passado um tempo? Quantas PM, lêem, por dia, mais ou menos?

Ricardo: existem mensagens privadas!? Eu leio apenas uma vez por semana.

Rpaiva: Leio quando vejo.

Rastadude: mal tenha disponibilidade para a ler e responder !!

enteirocks: Quando vejo leio e respondo. 1 a 30 mensagens, depende dos dias.

Sudritter: Costumo ignorar ou responder com mau humor, por dia? Não sei, mas a minha caixa de mensagens ta sempre cheia de semana a semana, infelizmente não temos versão com mais espaço para spam

Carvalhoes: logo que tenho possibilidade leio e respondo se necessário. Quantidade varia, uns dias não tenho mensagens outros uma dezena

Bebesinha: não mandem mais

Aquarius: logo que esteja online vejo….

Relaxxx: Eu pessoalmente leio as pms logo que as recebo.. Por dia leio umas 10 pm-s

Pekenino: Eu sou curioso e leio logo a mensagem! 😛 Normalmente 2 pm’s por dia. Já houve dias que enviavam 20 pm’s por dia.


klaudio Alexandre: Quando fazemos alguma asneira no fórum, porquê é que a mensagem vem em Ingles? Será que é obrigatório ou simplesmente ainda não trataram disso?

Ricardo: como disse ontem um jogador ao enteirocks, é mais sexy as mensagens em inglês. na realidade isso será brevemente alterado quando for feito um novo update ao fórum.


GoNGaXInHuO: Para o Ricardo: Porque escolheu Famalicão como um próximo possível destino?

Ricardo: 80% da mulher perfeita é ser maior de 24 e ser de Famalicão (é uma piada da equipa…)


Berunoxxx: Desculpem o off topic, mas não era suposto terem saído hoje (05-09-2008) as respostas?

Ricardo: na realidade não existe uma data específica para quando são publicadas as respostas, temos vindo a tentar e esperamos conseguir manter o ritmo de publicar semanalmente às segundas, porém nada garante que seja possível ou mesmo responder a todas as questões.

Na realidade, Famalicão fica a meio caminho para grande parte dos membros da equipa de suporte e é uma cidade simpática.


Berunoxxx: Quem eram os membros do suporte na última ronda speed? Líder-A e Líder-B?

Ricardo: Foram vários elementos da equipa de suporte, mais detalhes serão dados no relatório do speed.


Mretfc: para o suporte e administração: acho que alguns dos membros do suporte têm outro trabalho não é? Então como é que vocês conseguem conciliar o trabalho a sua vida a família e o tribos?

Sudritter: já respondi na semana passada algo do genero, como se diz na secção de perguntas “o procurar não morde”

Rpaiva: não vou responder…

Enteirocks: Quase todos trabalhamos ou estudamos, todos temos família  😛 , os mais bonitos têm namorada até. Dá para conciliar com alguma coordenação de tempo e actividades, o tempo chega para tudo 🙂 , não vejo novelas por exemplo só aí poupo 4horas por dia 😉

Sudritter: 4 no mínimo

Rastadude: Como tb já disse uma vez tentamos conciliar a nossa vida pessoal (trabalho e família) com o trabalho de equipa aqui no tribos… Somos uma equipa por isso onde todos ajudam nada custa!!!

Pekenino: isso já foi! Essa pergunta… não vale a pena responder pois não?

Bebesinha: mas porque é que voltaram a perguntar o mesmo , aqui esta uma prova de que temos jogadores mais distraidos que eu

Aquarius: diz k já foi respondida

Relaxxx: para quem gosta daquilo que faz encontra tempo para tudo

ogait87: já perdi unidades míticas na vila…

ogait87: eu já tinha respondido a essa questão…

pekenino: Ricardo  por favor tira-me isso…

Ricardo: posso por as provas e anexar a imagem…

pekenino: queres ver que ele está a escrever o que estou a dizer…

Ricardo: no comments….

Pekenino: tira-me isso…

aquarius: já sairam as respostas?

pekenino: creio que não… se sair é um medooooo

Ricardo: voltando ao assunto, e acrescentando algo à semana passada… quando chega o fim de semana desligo os telemóveis.


E assim concluímos mais uma sessão das perguntas e respostas 🙂
Ricardo, pela equipa.

Cromos repetidos…

sin-01Para repetir um pouco o tema anterior, hoje escreve-se sobre relações amorosas (e desastrosas). Isto tudo, porque há dias atrás estava numa maravilhosa esplanada com uma amiga de longa data e entre conversas surge o famoso discurso das desventuras amorosas e todas aqueles pequenos defeitos que uma relação pode ter.

[sim! estranhas conversas, mas filosoficamente estimulantes]

Então partimos pelo facto base, todos já tiveram desgostos amorosos, ou estão para o ter independentemente da magnitude. Os relacionamentos amorosos são uma dinâmica social que contribui activamente para a aprendizagem e formação do individuo, as suas experiencias acabam por se reflectir na pessoa do amanha.

Então aquecendo a faca para cortar na manteiga dos cromos repetidos, grande parte das relações baseiam-se em intimidade e confiança, quer isto dizer que por mais desportiva postura se tenha num leviano flirt existe algo que precede e procede este (as causas e consequências), porém a dinâmica do flirt é deveras mais complicada de se explicar e enfadonha para o assunto, ficando assim apenas uma pequena referencia ao mesmo e que sabe um dia mais tarde será abordado!?

sin-02Para não complicar muito, irei meramente afirmar que as causas de uma relação são as consequências da anterior (não é tão linear, mas também não foge muito a isto), digamos que cada relação terminada é apenas uma batalha dos sexos sem vencedores e apenas com baixas mútuas. Ao terminar uma relação é sinal que algo não funciona, pode ser a nível pessoal ou conjugal, desde os pequenos e grandes defeitos nossos e do par à falta de vontade de compromisso (a famosa frase “não é a altura certa”). O importante é que a relação termina e deixa cicatrizes emocionais (as consequências), as quais iremos tentar evitar na próxima relação, desta forma que podemos dizer em (grande) parte o que irá ser procurado na próxima relação é evitar os problemas da anterior.

[ponto na narração: as relações começam e acabam e as pessoas são modificadas. Mais uma vez quilos de texto para uma coisa tão simples.]

Então ode ou paródia aos cromos repetidos!? Na minha opinião pessoal, sem sombra de dúvidas a paródia. E eis os motivos,

Se uma relação termina existe uma violação de um pacto de intimidade/confiança por qualquer dado ou não dado motivo. Porém facilmente pode-se dizer que anteriormente referi que as pessoas após o final de uma relação mudam – é verdade, mas talvez não tenha frisado que a modificação não é a correcção dos “defeitos pessoais e/ou conjugais”, as pessoas aprendem aquilo que não querem outra vez e a primeira coisa é voltarem a passar pela mesma situação, isto é, a segurança que não voltará a acontecer será baixa e se a base de confiança é comprometida a intimidade e cumplicidade também será (e não estou a falar das coisas divertidas que se fazem à porta fechada).

sin-03Quer isto tudo dizer, quando uma relação acaba é porque a dada altura a parelha deixou de funcionar porque atingiu o seu ponto de saturação. Às vezes pode até parecer que os motivos que levaram a tal ruptura são fúteis e ridículos, mas na realidade por mais surreais que pareçam são sérios, bem presentes e não se alteram da noite para o dia.

[A curto prazo nada se muda, esperar na expectativa do longo prazo é o mesmo que jogar à roleta russa.]

No entanto pode-se apontar que repetir uma relação anos mais tarde, pode até ser viável… bem, tenho de voltar a discordar, a pessoa com quem alguém esteve envolvido há cinco anos atrás já não existe. Muitas vezes as pessoas quando deixam de ser ver por alguns anos dizem “estás tão diferente, nem te reconhecia”, numa pós relação podem pensar “bolas está mesmo diferente, apenas quando estava comigo é que não crescia” o que não é verdade, todos os dias todos nós somos sujeitos a situações que alteram a nossa personalidade, porém são mudanças andam tão devagar que só são visíveis num largo período de tempo.

Este bla bla bla [marca de comida de gatos] saquetas… bla bla bla… serve para dizer que aquele beicinho que era tão adorável aos 15 anos aos 20 por mais que se tenha mantido exactamente igual será sempre diferente e menos interessante.

sin-04[sim, sim! eu disse bla bla]

O imoralmente incorrecto, por mais desagradável que pareça, a minha opinião prende-se por dizer: faz o luto, e segue em frente. E com luto quer se dizer, espera, chora no quarto, arranja um buffer (também conhecido por rebound, ressalto, otário(a) qualquer, etc).

No final de uma relação pode parecer que o mundo parou, mas acreditem que a única coisa que não se atrasa no seu percurso é a vida.

[em nota final: a verdadeira dificuldade na vida é saber apanhar as boas e más oportunidades que esta oferece. Ou quando se fecha uma porta há uma janela que se abre (e não costuma ser de MSN).
Os conselhos a deixar são: pensa primeiro em ti (os outros são secundários), aproveita as oportunidades (o mundo está cheio de surpresas), e segue em frente]

O Advogado do diabo

Comentar o artigo