Arquivo de etiquetas: história

Diferenças entre Atenas vs. Esparta

ATENAS
  • Ficou conhecida pela organização democrática, pela ciência e literatura.

Sociedade dividida em 3 grupos:

  • Cidadãos- eram os proprietários da terra e o grupo mais poderoso
  • Metecos- estrangeiros que se envolviam com o comércio e artesanato
  • Escravos- não tinham direitos politicos, assim como as mulheres

 

Comércio activo:

  • Exportavam: Vinho, Azeite e artesanato
  • Importavam: Cobre, ferro e Trigo.

 

Antes de se tornar uma democracia Atena conheceu a Monarquia, Oligarquia, e a Tirania.

 

Líderes:

  • Drácon- Legislador
  • Sólon- Governador
  • Pisístrato- Tirano
  • Hípias- Tirano
  • Hiparco- Tirano
  • Iságoras- Último tirano
  • Clístenes – Sob o seu comando Atenas entrou em um período de reformas políticas que beneficiavam os mais pobres.

Inseriu o Ostracismo (condenação ao exílio po 10 anos) tentando evitar que se repetisse um governo tirano em Atenas.

ESPARTA
  • Ficou conhecida pelos seus novos metodos de batalha e defesa que será reutilizada pelos romanos aquando do império dos mesmos.
  • Legislação Severa
  • Militarismo
  • Estrutura social rígida. Dividia a sociedade em 3 grupos:
    • Elite- eram os espartanos ou esparciatas. Por seres os únicos considerados cidadãos, podiam controlar a região politica e os assuntos militares.
    • Penecos- Eram livres e se dedicavam ao comércio e ao artesanato
    • Hilotas- Prisioneiras de Guerra, eram a maioria da população.

 

Os espartanos temias rebeliões dos Hilotas, por esta razão fizeram da cidade um verdadeiro campo militar.

Aos sete anos, os meninos passavam a pertencer ao Estado e eram educados para a Guerra, se desobedecessem eram punidos. Toda essa submissão causava transtornos entre as famílias, pois o cidadão espartano servia ao exército até aos 60 anos.

O Governo espartano era diárquico: dois reis comandavam os exércitos e representavam os interesses das principais famílias espartanas.

Tinha duas assembleias:

  • Apela- formada por representantes do Povo
  • Gerúsia- Conselho de anciãos.

O poder dos reis era limitado; magistrados conhecidos como éforos vigiavam as suas actividades.

As leis de Esparta foram elaboradoras por Licurgo- legislador que transformou a cidade em um estado militarista.

Foi graças a Esparta que a Grécia se transformou numa potência mundial.

Se Esparta ficou conhecida como uma potência militar, Atenas era a estratégia por detrás do mesmo. Juntas eram imparáveis, separadas eram fracas.

Artigo de Corujax

Problemas Grécia Antiga

Em um dado momento, as diferenças entre as cidades-estado promoveram o acirramento dos interesses politicos entre as mesmas. Com isso, apartadas entre as Ligas de Delos e do Peloponeso, as cidade da Grécia Antiga se desgastaram em uma prolongada Guerra que acabou permitindo a dominação de outros povos sobre esta civilização.

Tudo começou no sec. V e IV a.c. os gregos se envolveram em várias guerras.

1ª)

Guerras médicas: lutaram contra os persas, pois estes haviam construindo um império o que ameaçava as colônias gregas.

2ª)

Guerra do Peloponeso: Atenas vs Esparta -> Esparta saiu vencedora (Inicio do declinio)

Tebas vs Esparta: → Tebas saiu vencedora.

A Grécia fez importantes contribuições no campo da arte, literatura,filosofia, ciência: seus escultores e arquitectos, poetas e dramaturgos, filósofos e legisladores, cientistas e matemáticos, estrategas e comandantes lançaram as bases longínquas de toda a cultura ocidental; suas colónias estenderam-se até ao Mar Negro, norte de África e sul de Itália e França mas a constante rivalidade sobretudo entre Esparta e Atenas, acabou enfraquecendo a civlização grega permitindo a sua conquista por Filipe da Macedónia em 338 a.C.

Seu filho, Alexandre o Grande, difundiu largamente a civilização helénica devido a sua paixão pela cultura em vez de a eliminar promoveu-a tendo sido de suma importância para que os valores helênicos perduram-se ao longo do tempo

Artigo de Corujax

História de Demócrito

halloween_welcome

Demócrito de Abdera (460 a.C. — 370 a.C.) nasceu na cidade e é tradicionalmente considerado um filósofo pré-socrático. Cronologicamente é um erro, já que foi contemporâneo de Sócrates e, além disso, do ponto de vista filosófico, a maior parte de suas obras tratou da ética e não apenas da physis, que era era a divindade primordial da natureza e um dos primeiros seres a surgir no princípio dos tempos (cujo estudo caracterizava os pré-socráticos).

Demócrito foi discípulo e depois sucessor de Leucipo de Mileto. A fama de Demócrito decorre do fato de ele ter sido o maior expoente da teoria atômica ou do atomismo. De acordo com essa teoria, tudo o que existe é composto por elementos indivisíveis chamados átomos (do grego, “a”, negação e “tomo”, divisível. Átomo= indivisível). Não há certeza se a teoria foi concebida por ele ou por seu mestre Leucipo, e a ligação estreita entre ambos dificulta a identificação do que foi pensado por um ou por outro. Todavia, parece não haver dúvidas de ter sido Demócrito quem de fato sistematizou o pensamento e a teoria atomista. Demócrito avançou também o conceito de um universo infinito, onde existem muitos outros mundos como o nosso.

Embora amplamente ignorado em Atenas durante sua vida, a obra de Demócrito foi bastante conhecida por Aristóteles, que a comentou extensivamente. É famosa a anedota de que Platão detestava tanto Demócrito que queria que todos os seus livros fossem queimados. Há anedotas segundo as quais Demócrito ria e gargalhava de tudo e dizia que o riso torna sábio, o que o levou a ser conhecido, durante o renascimento, como “o filósofo que ri”.

Artigo de Eziu.

História de Aquiles

Aquiles era filho de Tétis, que o mergulhou nas águas do rio Esfinge tornando-o invulnerável, exceto pelo seu calcanhar, por onde sua mãe o segurou. O calcanhar de Aquiles era seu ponto fraco. Heitor era filho de Priamo, rei de Troia, e no mais famoso confronto da Guerra de Troia, Aquiles, o maior guerreiro de todos os tempos, venceu facilmente o mais valoroso dos troianos, que era Heitor.

Aquiles se recusava a participar da guerra, porém seu grande amigo Pátroclo furta-lhe a armadura e vai para o campo de batalha onde acabou por encontrar a morte nas mãos de Heitor, que pensava estar lutando com Aquiles. Enlouquecido de dor pela perda de seu amigo, Aquiles saltou sem armas para o campo de batalha e num bramido demente e insano, só pensou em vingar-se e investiu sobre Heitor matando-o.

Não satisfeito em matá-lo, Aquiles amarrou o corpo de Heitor no seu carro e o arrastou pelo pó da planície até o acampamento grego, onde o deixou insepulto para ser devorado pelos cães famintos que rondavam o campo de batalha. Do alto das muralhas os troianos assistiram estarrecidos seu herói ser morto por Aquiles, mas ninguém se desesperou mais do que seu pai, o velho rei Príamo, por não poder dar ao seu filho um digno funeral.

No Olimpo os deuses também se indignaram com o triste fim de Heitor, pois ele era um homem justo, um grande guerreiro e não merecia esse derradeiro ultraje. A uma ordem de Zeus, o cadáver do herói foi coberto por um bálsamo divino que impedia a putrefação. Íris a deusa mensageira, foi sugerir a Príamo que oferecesse um rico resgate pelo corpo, como era costume entre os gregos, enquanto a deusa Tétis, mãe de Aquiles, foi até sua tenda para convencê-lo a devolver Heitor à sua família

Artigo de The.animal

O Mundo 22, por Iberian Hell

Abertura: 20/06/11

                O mundo 22 fez, recentemente, um aninho… Que tal recordar o que aconteceu já neste mundo onde, no seu início, muita gente esperava dele?

                O mundo 22 do servidor português foi “atacado” por imensos jogadores conhecidos e por grandes tribos já formadas. Nomes como BH, FREE!, RUN!, WC, 1., LOAD! e muitas outras que foram aparecendo com o tempo, como é o caso da K.O!, NEW!, EL!… Digamos que o mundo teve três fases até ao momento: o início atribulado com tribos de grande qualidade, uma segunda onde, do nada, apareceram algumas tribos feitas in-game, mas sólidas juntamente com, naturalmente, as tão famosas tribos mass recruit. Por último, a terceira fase… Fase em que, como se pode observar, neste mundo desapareceram muitas tribos… Algumas devido a fusões, outras por desistências e outras simplesmente pelo fator guerra.

                A verdade é que, numa certa altura onde ninguém sabia o que podia acontecer, aparece uma tribo do nada constituída por vários jogadores espalhados por diferentes continentes… Estou a falar, é claro, da tão controversa K.O!. E porquê controversa? Simplesmente pelo facto de todos apontarem para uma situação e ocorrer exatamente o oposto… É verdade que a tribo apareceu tarde, mas esta veio dar uma “nova” luz ao mundo, numa fase onde já haviam guerras entre muitas tribos… Na primeira fase falada anteriormente, esta tribo não existia, nem sonhava existir… A verdade é que o mundo era, em certa altura, “dominado” por 4 grandes potências: FREE!, RUN! e 1. e LOAD!… Estas foram, sem dúvida, das tribos que mais marcaram este mundo.

                Quando já toda a gente falava apenas nestas 4 tribos aparece a K.O! no mapa… Foi sem dúvida a tribo que mais espantou o mundo. A partir daqui, pouco se tem a dizer em relação a este mundo… Muitos dizem que este perdeu todo o interesse devido a vários acontecimentos, como o desaparecimento de algumas tribos, como a WC, BH, NEW!, EL! e isto também muito graças aos esforços das tribos que os estavam a combater. Muitos dos seus jogadores simplesmente desistiram, outros continuam a jogar e outros viram os nobres a chegar às suas aldeias. Portanto, tendo em conta este facto, é de referir que este mundo perdeu, inicialmente, jogadores como lmcs94, ***Nevoeiro***, PedroAlmeida90 e uma grande lista de jogadores, perdendo o mundo alguma competitividade… Mais à frente na história deste mundo temos ainda mais desistências… Desta vez maioritariamente de membros da tão prometedora K.O!, que chegou a estar alguns dias sem líderes inclusive. No entanto, grandes jogadores trouxeram-na de volta…

    

                De momento, alguns seguidores deste mundo estão enormemente desiludidos, pois dizem que este perdeu toda a sua competitividade. A verdade é que RUN! e K.O! quebraram a aliança mais antiga do mundo 22 e decidiram que estava na hora de fazer a corrida às aldeias inimigas. Decidiram, portanto, juntar o útil ao agradável e juntar todos os seus membros numa só tribo, criando, assim, a »R.K«. Diga-se de passagem que isto não agradou a gregos e troianos, visto a RUN! estar em guerra com a 1. e a K.O! com um “pacto de boca”… A verdade é que, de momento, estamos praticamente na reta final do mundo, pois só se fala em duas tribos: os rapazes Velha Guarda e o pessoal da RUN + Knockout. A verdade é que, no que toca a guerra, vemos a junção da TOP1 com a TOP2 a dar imenso resultado, com 415 aldeias de saldo positivo para esta. É nestas horas que todos nos perguntamos se a união entre estas duas tribos é realmente forte ou foi a Velha Guarda que se deixou, subitamente, ir abaixo? No que toca a mim, penso que a »R.K« demonstrou as suas capacidades na maior guerra de todo este mundo. É TOP1 vs TOP2. Onde o TOP1 leva clara vantagem para conseguir a conquista e vitória neste mundo que já deu tantas voltas que nem quem está lá dentro a viver o jogo se consegue lembrar de todas! Note-se apenas que, apesar de estar a perder esta guerra, a 1. é, possivelmente, das poucas tribos que se mantém intacta desde o primeiro dia do mundo… Por isso, temos uma grande guerra, pelo que tudo pode acontecer. Por outro lado, a TOP1 tem liderado e feito o que quer neste mundo, pois nenhuma ou pouca resistência tem encontrado.

Da minha parte é tudo. Desejo boas conquistas a quem se encontra neste mundo e que vença e convença a melhor tribo!

Saudações,
luis morte (in-game) – Iberian Hell (fórum externo)