Arquivo de etiquetas: prazer

Cinzento: não é preto nem é branco

Nos últimos tempos parece que a zona cinzenta está cada vez mais em moda, eu pessoalmente sou um grande apreciador desta zona, especialmente no que toca a relações. Então para os mais inocentes, o que é uma zona cinzenta numa relação. Esta é a área em que ainda não existe propriamente um compromisso, mas algo já acontece.

Então se o cinzento é o prazer dos dois mundos, porque escrever sobre isto? Bem porque o cinzento para quase todos é o pior pesadelo possível. Um contra-senso? É mesmo… então quando se pode estar com alguém regularmente e ainda não surgiu a conversa da definição, basicamente vale tudo.

Esta é uma teoria da situação ideal, porém as pessoas tem a tendência de controlar as variáveis do momento e ler um pouco mais alem da realidade da situação, desta forma o que era um cinzento puro começa a tornar-se mais branco ou mais cinzento.

Sendo, impossível de manter o cinzento por longos períodos de tempo, pois há coisas que no cinzento não se podem fazer sem um esforço magnífico, recordo-me de ter andado com uma miúda durante 8 meses que a definição de seriedade era “ela tem uma escova de dentes em minha casa e eu uma em casa dela, mas não namoramos”. Ou a outra situação que também está nas minhas preferidas o verdadeiro cinza-benneton, as amizades com privilégios.

O verdadeiro cinzento é impossível de se manter por longos períodos de tempo pela ideia da monogamia imposta pela sociedade, sendo que este apenas se prolonga enquanto existir alguma outra atrocidade social de valência maior, exemplo o facto de alguém estar simultaneamente em várias situações cinzentas (por algum motivo andar com mais que uma pessoa ao mesmo tempo, socialmente, é muito errado). Porém a amizade de benefícios rapidamente tende a alterar segundo o sentido de posse e necessidade de algo seguro…

A tragédia dos comuns

Apesar de ser um termo económico, aplica-se perfeitamente a este caso. Ora veja-se as duas possibilidades por onde a zona cinzenta começa e termina mal.

Quando ambas as partes não estão de acordo com o curso que querem dar à “relação” basta que um esteja a levar a “coisa” de forma mais seria, para que seja como um barco a caminho de rochedo no seu percurso e um rema para a direita e o outro para a esquerda, no final é caso para se dizer aquele calhau era duro como tudo…

O segundo caso, consegue ainda ser mais complicado que o primeiro, pois o anterior é de curta duração e o problema surge rapidamente e a bola de neve cresce rapidamente até chegar ao penedo. Esta segunda situação é um pouco do género “de onde veio mesmo aquele camião”.

O ser humano é um ser de hábitos e sentimentos, portanto é natural que quando um usa a sua amizade de privilégios com alguma regularidade se acostume à magia da relação sem compromissos. No entanto a parte chave nesta expressão é “sem compromissos” o que quer dizer que tanto nós como o nosso parceiro de crimes imorais, é livre de ter outros cúmplices. Isto funciona sempre bem enquanto ninguém procura outros parceiros, pois quando surge a terceira pessoa surgem a eternas duvidas, será que quero algo mais? Será que esta amizade de privilégios acaba aqui? Será que consigo lidar com esta situação? Devo também fazer o mesmo?

No que diz respeito à resposta de tais dúvidas é mesmo “talvez… e bem-vindo ao tornado das dúvidas”. As relações tem um prazo de validade, podem ser desde horas a uma vida (sim, pelos ursinhos carinhos admite-se a possibilidade de algumas relações serem para a vida toda).

A área cinzenta é por natureza o vulgo “one night stand” pela sua magia de desaparecer no dia seguinte porque não há telefonemas, nem repetições e muito menos decisões a serem tomadas. A repetição do acontecimento é de facto uma relação não discutida e com tal começa a surgir as regras destas.

Resumindo e concluindo, vários “one night stands” criam uma relação cinzenta, e qualquer relação por mais cinzenta que seja acaba por ter de ser necessário ter a “conversa”. E o cinzento só é mágico até ao ponto de se ter a tal conversa.

Relatório de Agosto

Mais uma vez publicamos mais um dos relatórios mensais da equipa do suporte, desta vez sobre o terrível mês de Agosto. Terrível – porque como é habitual o mês de Agosto é o mês de ferias, sendo que apesar de termos habitualmente menos jogadores online temos por mais tempo, há mais contas em modo de ferias, há desistências… o que infelizmente leva por vezes a maiores lapsos das regras por parte dos jogadores e como grande parte das pessoas do suporte estiveram de ferias as solicitações de suporte são mais para menos pessoas.

Durante o mês de Agosto, foi ainda a altura escolhida pela gestão do projecto para por alguns assuntos em dia, tais como os níveis de actividade dos nossos membros do suporte tal como a relação com a qualidade. Felizmente a qualidade manteve acima dos níveis esperados, porém e para grande infelicidade nossa perdemos vários membros da equipa de suporte por inactividade e outros assuntos pessoais que tomaram prioridade sobre o tempo dos mesmos.

Infelizmente ainda não foi neste mês que conseguimos por em pratica algumas das inovações que temos planeadas tanto a nível do suporte como dos relatórios, por exemplo os relatórios sobre a moderação do fórum. No entanto tenho o prazer de anunciar que é finalmente neste mês (se tudo correr como previsto) que o novo formato e plataforma das candidaturas ao suporte é lançado ao publico. Temos em equipa vindo a testar e melhorar o interface e as funcionalidades desta nova ferramenta e até ao momento tem superado imenso todas as expectativas.

Ainda como um pequeno à parte, tanto eu como o André e o Tiago temos vindo a testar o novo jogo da InnoGames GmbH, o Grepolis, sobre o qual temos apenas boas coisas a dizer e esperamos para breve estar a trazer este jogo também para a comunidade portuguesa. Porém o jogo ainda se encontra numa fase de testes e ainda é muito cedo para dar uma previsão de quando este será lançado ao publico geral, mas com toda a certeza iremos informar atempadamente a nossa comunidade.

Ainda nas novidades, este mês tivemos novos recrutados na equipa do suporte e foi lançada uma nova iniciativa do jornal / blog, em que os jogadores podem fazer questões dos mais variados estilos à equipa de suporte. Hoje foi lançado o terceiro volume e esperamos continuar com esta iniciativa durante os próximos tempos.

Acção de suporte Agosto
Bloqueios de contas: 519
Penalizações de contas: 649
Solicitações de suporte atendidas: 5571
Insultos analisados: 2219
Expulsões do servidor: 91

Passando às considerações sobre o mês (de Agosto) passado, deparamos que o numero de bloqueios decresceu e o numero de comandos ilegais realizados pelos jogadores tendencialmente tem descido, porém as infracções que ainda ocorrem tem sido alarmantes e cada vez mais graves. Também neste mês deparamos com bloqueios mais complicados em alguns casos, pessoas a utilizarem o jogo para promoverem sites não aprovados e as devidas retaliações de internet por estas pessoas.

Para nós, enquanto equipa de suporte tal como pessoas, foi bastante alarmante a quantidade de denuncias de mensagens privadas e os seus conteúdos, sendo maioritariamente de dois tipos insultos e tentativas de roubo de contas.

As nossas previsões e expectativas para o mês de Setembro passam em grande parte na nova plataforma de candidaturas e recrutamento de novos membros da equipa de suporte, como a integração de novas funcionalidades e ferramentas para a comunidade no seu geral.

No que diz respeito ao jornal, tentaremos ainda no mês de Setembro, ressuscitar algumas das iniciativas em estado latente tal como trazer novos projectos e desenvolvimentos a este meio. E claro dar continuidade ao já existente.

Assim concluo o relatório de Agosto,
Ricardo, Administrador de Comunidade